Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 29 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/09/2020
SOUZA ARAUJO
ÚNICCO POÁ
Pmmc Sarampo
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID SAÚDE

Morador de Ferraz está entre vítimas em Paraty

08 SET 2015 - 08h00

O morador de Ferraz de Vasconcelos, Bruno Mariani da Silva, de 26 anos, está entre as vítimas fatais do acidente de ônibus que aconteceu na tarde de domingo em Paraty. Segundo as primeiras informações da Polícia Civil, o coletivo estava lotado e o motorista teria perdido o controle do veículo após uma falha no freio. O automóvel caiu em uma ribanceira de cerca de 50 metros. Bruno deixa esposa e dois filhos.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o coletivo transportava 81 pessoas e estava em situações precárias de conservação, uma vez que já trafegava pela Costa Verde do Rio de Janeiro há 15 anos. Entre alguns dos problemas encontrados no veículo estavam pneus carecas e bancos rasgados.

Segundo a Prefeitura de Paraty, o ônibus municipal que trafegava na estrada de acesso à Praia de Trindade, deixou 15 pessoas mortas e 57 feridas, sendo cinco em estado grave. (leia mais sobre o acidente no 1º Caderno página 3-Nacional) .

FATALIDADE

Bruno trabalhava em uma confecção no Bom Retiro, região central de São Paulo. Ele viajou a Paraty para visitar a mãe. O jovem deixou uma filha de três meses e um filho, de 6 anos. A esposa, a técnica de seguro, Andressa Camilo dos Santos, de 21 anos, relata que optou por passar o feriado com a família e por isso não acompanhou o marido. O corpo será enterrado hoje, no cemitério Parque do Cambiri, em Ferraz.

A mãe de Bruno, Iara Cristina da Silva, lamentou a fatalidade durante entrevistas para a televisão. Segundo ela, "o filho possui diversos sonhos e agora sairá de Trindade em um caixão". A última visita de Bruno a mãe aconteceu no Carnaval.

Na página do Facebook do jovem, amigos deixaram várias mensagens de conforto aos familiares. A maior parte dos textos dizia que não acreditavam na notícia, por ela ser prematura e levar de forma tão inesperada e trágica o jovem. Muitas outras falavam sobre as qualidades do rapaz, entre elas, "uma pessoa divertida, humilde e pai dedicado".

A Prefeitura de Paraty decretou luto de três dias pelas vítimas fatais do acidente. Em nota publicada no Facebook, a municipalidade agradeceu "ao Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e equipe do hospital São Pedro de Alcântara, pelo empenho e dedicação no atendimento às vítimas.

À Eletronuclear, pelo apoio e às prefeituras de Ubatuba e Angra dos Reis, por receberem os pacientes".

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias