Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 19 de julho de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/07/2019
PMMC FÉRIAS
PMMC INVERNO
Centerplex Rei Leão
PMMC AGASALHO
PMMC ORQUIDEAS

Morte de GCM durante roubo desencadeia 'caçada' a bandidos

Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) de Mogi das Cruzes analisa denúncias para encontrar atiradores

Por Marcus Pontes - de Itaquá04 JUL 2019 - 11h04
Guardas municipais de São Paulo deram apoio à caçadaFoto: Divulgação

A morte do subinspetor da GCM de São Paulo, Jose Soares de Albuquerque, 60 anos, durante um assalto, na quarta-feira à tarde, 3, no Jardim Adriane, em Itaquaquecetuba, desencadeou uma grande operação envolvendo as polícias Civil, Militar e as GCMs da cidade e Capital. Dois suspeitos, que negaram envolvimento na morte, foram ouvidos por investigadores do Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) de Mogi das Cruzes.

A investigação para localizar e prender os bandidos envolvidos no latrocínio (roubo seguido de morte) do GCM Albuquerque seguem em andamento. Agora, a polícia deve verificar mais denúncias sobre o paradeiro dos criminosos. Até o momento, os responsáveis pelo crime não foram encontrados.

Caçada

O assassinato de Albuquerque desencadeou uma força-tarefa das forças de segurança da cidade, em conjunto com a Capital. Guardas de São Paulo vieram à região, para ajudar nas buscas aos criminosos. A operação para caçar os bandidos envolveu, inclusive, os helicópteros Águia (Polícia Militar) e Pelicano (Polícia Civil).

Pelotões da Força Tática saíram nas ruas durante a noite, principalmente na região do Jardim Adriane, aonde o inspetor da GCM foi roubado e baleado. A presença de guardas da capital era massiva. Para se ter ideia, os agentes municipais de São Paulo ficaram no município até o início da madrugada.

Quem tiver informações sobre o paradeiro dos bandidos pode ligar nos número 190 ou 181 (Disque Denúncia).

O caso

Um GCM de São Paulo foi baleado na cabeça na Rua Malásia, no Jardim Adriane, em Itaquaquecetuba. O guarda estava fazendo "bico" de escolta, quando  criminosos tentaram roubá-lo. Um dos bandidos atirou na cabeça da vítima e fugiu levando a arma dele.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias