Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 22 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Motorista é agredido e esfaqueado na Vila Natal

18 NOV 2015 - 07h01

Um motorista, de 35 anos, foi espancado e esfaqueado em frente de casa, na última sexta-feira, na Rua Ramos de Azevedo, no Jardim Natal, em Suzano. O caso apenas foi comunicado na segunda-feira. A Polícia Civil investiga se os agressores seguiram a vítima, que havia saído de um bar situado na Rua General Francisco Glicério. Até o fechamento desta reportagem, a vítima apenas havia comunicado o nome de um autor.

As agressões tiveram início na última quarta-feira, quando o motorista se envolveu em uma briga generalizada dentro de um bar. No relato à polícia, a vítima explica que bateu em um homem e, depois, foi agredido pelos amigos dele. Mesmo machucado, ele foi embora e preferiu não comunicar a polícia, pois pensava que o caso havia terminado no botequim.

Já na última sexta-feira, o motorista voltou ao bar e, sozinho, ficou no local ingerindo bebidas alcoólicas. Após consumi-las tranquilamente, o rapaz deixou o estabelecimento, chegou na casa onde reside e ligou para um familiar. Durante o tempo que conversava no telefone, a vítima ouviu gritos oriundos da rua dizendo: “saia agora, quero ver”.

O motorista foi verificar e notou que eram três homens, dentre eles, um que havia o agredido no bar. O grupo o esperava segurando pedaços de madeira e facas. A partir daí, a vítima saiu da casa para resolver o problema, mas um suspeito tentou agredi-lo com uma paulada. Ele, então, conseguiu escapar e cortá-lo no braço, pois também estava com uma faca para tentar intimidar o bando.

No registro do caso, a polícia especifica que o motorista conseguiu correr para dentro de casa, mas, depois, saiu e foi golpeado por uma paulada e três facadas. As graves agressões, que poderiam se classificar como tentativa de homicídio, fizeram com que a vítima desmaiasse em uma valeta e somente acordasse momentos depois. Mesmo ferido, a vítima conseguiu acordar, ligar para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e caminhar até um atacadista, no entanto, caiu novamente e apenas acordou quando foi resgatado pelo Samu.

Por fim, o registro do caso informa que a vítima ficou internada na Santa Casa de Suzano por 24 horas. Ele, inclusive, comunicou a Polícia Militar (PM), por meio do número 190. Os suspeitos ainda estão foragidos.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias