Envie seu vídeo(11) 4745-6900
sábado 27 de fevereiro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 26/02/2021
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
CENTRO MÉDICO
DR JÚLIO CÉSAR - JURÍDICO CDP

Mulher confessa ser a mãe de recém-nascida

26 AGO 2016 - 08h00

A confirmação de que uma mulher de 25 anos, internada na Santa Casa de Suzano, e que supostamente seria a mãe da recém-nascida abandonado terça- feira, no bairro Jardim Varan, foram confirmadas. Ela confessou ter dado à luz ao bebê, em conversa com uma escrivã do 2° Distrito Policial da cidade.

O depoimento aconteceu dentro da unidade hospitalar, quarta- feira à noite. De acordo com a escrivã, a mulher contou que escondeu a gravidez por medo do ex-marido, que é um homem agressivo. Além disso, ela já tinha três filhos. “Ela confessou ser mãe da recém-nascida, mas nem ao menos sabia o sexo. Disse que o ex-marido é um homem agressivo, por isso escondeu a gravidez, e viu que a única saída era abandonar a criança”, complementou.

A mulher deu entrada na Santa Casa da cidade por volta das 17 horas de quarta-feira. Ela sangrava, sentia fortes dores e negou ser mãe da bebê encontrada na manhã de terça-feira.

Exames de sangue revelaram que tanto a mulher quanto a criança tinham o mesmo tipo sanguíneo.

O delegado do 2° DP, Eduardo Peretti, comentou na ocasião que as informações eram muito coincidentes. “No boletim de ocorrência foi registrado que ambas tinham o mesmo tipo sanguíneo. Vários outros fatores, como a entrada no hospital, indicava que ela tinha tido filho há pouco tempo”.

Ela continua internado e ao receber alta será interrogada novamente. Peretti informou que ela responderá um inquérito policial por abandono de recém-nascido, e a pena, é de seis meses a dois anos.

De acordo com a polícia, a mulher informou que não deseja ficar com a criança

A bebê recém-nascida foi encontrada na manhã de terça-feira em frente a uma casa na Rua Antônio Martins Manzano, no bairro Jardim Varan. De acordo com informações do Boletim de Ocorrência (B.O.), ela estava enrolada em uma sacola, ainda com o cordão umbilical e placenta

Vitória, é o nome que as pessoas que a ajudaram dela a pequena. Ela pesa 3,240 quilos e tem 46,5 centímetros.

O estado de saúde da bebê é estável, e ela ficará em um berçário até a decisão Judicial, de acordo com informações do Conselho Tutelar.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias