Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 23 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/10/2020
Pmmc Sarampo Outubro
SOUZA ARAUJO
PMMC OUT ROSA
ÚNICCO POÁ
DR JÚLIO CÉSAR - JURÍDICO CDP

Mulher é suspeita de agredir filho de 8 dias

01 DEZ 2015 - 07h00

Uma jovem, de 19 anos, é suspeita de agredir o próprio filho recém-nascido, de apenas 8 dias.

O caso ocorreu no domingo, na Santa Casa de Suzano. A hipótese é que a mulher tenha tido um surto psicótico.

Ela ainda chegou a destruir móveis da unidade médica e, até o fechamento desta reportagem, permanecia sedada.

O caso é tratado como lesão corporal.

A princípio, a jovem apenas tinha a permissão para ficar observando o filho na incubadora da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal.

Entretanto, ela o retirou e começou a apertá-lo agressivamente, causando vários ferimentos pelo corpo e, inclusive, na cabeça do recém-nascido.

As lesões foram presenciadas por uma enfermeira, que retirou o bebê das mãos da jovem, a qual desmaiou e teve um surto psicótico.

O relato da funcionária ainda detalha que a suspeita começou a jogar e a destruir os móveis instalados na ala hospitalar. E, portanto, os enfermeiros precisaram imobilizá-la e aplicar um sedativo que a acalmasse. A administração da unidade médica ligou para a polícia para comunicar o possível crime.

“No momento em que chegamos, tomamos ciência sobre o caso e fomos observar a criança.

Aparentemente, ela pode ter sido lesionada, mas é um fato que somente poderá ser confirmado após exames específicos”, contou o sargento Lucena.

A Polícia Civil explicou à reportagem que o caso será investigado e, se for confirmada a consumação da lesão corporal, a jovem poderá responder criminalmente.

Até o fechamento desta matéria, o caso ainda era registrado na Delegacia Central.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias