Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 20 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/09/2020
PMMC COVID LAR
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID SAÚDE

Mulher internada pode ser mãe de bebê abandonado

25 AGO 2016 - 08h00

Exames de sangue realizados em uma mulher internada na Santa Casa de Suzano trazem a suspeita de que ela pode ser a mãe do bebê abandonado, na manhã de terça-feira, no Jardim Varan. De acordo com o delegado titular do 2º Distrito Policial, Eduardo Peretti, o tipo sanguíneo obtido no teste, é o mesmo da criança. Outra informação que pode confirmar a maternidade, é que a mulher entrou às 17 horas de ontem no hospital com sangramento e fortes cólicas. Além disso, o delegado afirmou que tudo indicava que a paciente tinha tido filho há pouco tempo.

Por conta disso, a Polícia Civil de Suzano investiga o caso. Perguntada sobre ser a provável culpada, a mulher negou. Para o delegado, os conhecimentos são fortes e que a suspeita não será descartada. "Foi registrado no boletim de ocorrência, que o tipo sanguíneo bate com a mulher e que vários outros fatores se relacionam ao caso. Isso sem dúvidas deixa uma suspeita. Perguntaram a ela, mas nega a todo o momento. Vamos aguardar outros exames para ver quais medidas serão tomadas", argumentou.

Ele ainda ressaltou quais penalidades a mãe pode sofrer.

"Se confirmado esse crime, a mulher pode responder por inquérito policial. Precisamos ter a certeza que ela fez isso. Caso tenha abandonado, como aparenta, pegará uma pena de seis meses a dois anos. Se a criança viesse a falecer, seria maior, sendo de dois a seis anos", explicou.

A Prefeitura Municipal informou que o primeiro dia da criança no hospital ocorreu de forma tranquila. A princípio ela está fora de risco, clinicamente com estado de saúde estável.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias