Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 24 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/10/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
DR JÚLIO CÉSAR - JURÍDICO CDP
PMMC COVID VERDE
Pmmc Sarampo Outubro
PMMC OUT ROSA

Paróquia Bom Pastor é invadida pela 2ª vez

09 SET 2015 - 08h01

Em menos de 15 dias, a Paróquia Bom Pastor, situada na Cidade Edson, registrou mais uma invasão seguida de furto de objetos. O crime aconteceu no último domingo. Na ação, os bandidos levaram uma mesa de som, amplificador e uma chapa de ferro, utilizada para confraternizações. À reportagem, o padre Alberto Gomes da Silva disse que deverá pedir apoio à Prefeitura para que a Guarda Civil Municipal (GCM) possa intensificar o patrulhamento na região.

A invasão aconteceu entre a madrugada de domingo e segunda-feira, quando os criminosos arrombaram o salão paroquial e pegaram alguns objetos. Em seguida, os bandidos subiram e tentaram forçar a porta de uma sala, mas não conseguiram e fugiram. O padre Alberto conta que a falta de tempo dificultou para que registrasse a ocorrência, mas, na manhã de hoje, deverá ir à Delegacia Central para formalizar a queixa. “Esperamos que a Polícia Civil possa identificá-los, pois eles invadem e fogem com objetos da igreja”.

Além disso, o padre explica que o crime não foi filmado pelas câmeras de monitoramento, já que o ângulo da filmagem não capta o salão paroquial. “Infelizmente, as câmeras não chegam até o salão, mas temos esperança que a polícia possa identificá-los de outra forma”.

Após o aumento de crimes contra a igreja, o padre estuda uma maneira para que possa conversar com órgãos públicos, ou seja, a Prefeitura e, desta forma, rondas da GCM sejam intensificadas na Cidade Edson para dificultar a ação criminosa.

ÚLTIMA INVASÃO

A última e recente invasão aconteceu no dia 25 de agosto deste ano. Na ocasião, o crime foi filmado pelas câmeras de segurança, que flagram dois homens analisando a área e, depois, pulando a grade frontal do local e escalando a parede para ter acesso a um vitral de acrílico. Nas filmagens não é possível definir se os bandidos usaram um maçarico ou outro objeto para derreter a cola do vitral e invadir a igreja. Dentro da igreja, a dupla pegou alguns objetos leves – cabos, livros e pequenas imagens religiosas -, e os deixou próximos ao local da fuga. Os bandidos ainda tentaram abrir a urna onde os fiéis depositam quantias para auxiliar nas despesas da paróquia, entretanto, os valores foram retirados pelo padre no dia anterior, que temia por invasões deste tipo. Após pegar os itens, os homens arrastaram o altar da igreja e fugiram pelo mesmo vitral em que entraram. Até o fechamento desta matéria, a polícia não confirmou se já identificou algum suspeito do primeiro furto e, provavelmente, deve instaurar inquérito para o segundo caso.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias