Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 22 de julho de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/07/2018
PMMC JULHO - DESKTOP
PMMC JULHO - FÉRIAS NA CIDADE
MRV WEB -SUPER SUPREME

Polícia prende dois por envolvimento em morte de estudante em Poá

No total, 18 celulares foram apreendidos com um dos suspeitos

Por Marcus Pontes - de Poá10 JUL 2018 - 12h59
No total, 18 celulares foram apreendidos com um dos suspeitosFoto: Marcus Pontes/Divulgação
O Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) prendeu nesta terça-feira (10) duas pessoas por envolvimento na morte do estudante Wesley Henrique Oliveira Dias, de 22 anos. O jovem foi assassinado durante um assalto ocorrido no dia 7 de março. De acordo com o delegado do SHPP, Rubens Ângelo, as investigações continuarão, pois nenhum dos detidos declarou ter atirado na vítima. 
 
As prisões ocorreram na Vila Jaú e no Jardim Luciana, em Poá e Itaquaquecetuba, respectivamente. Um dos detidos estava na posse de 18 telefones celulares. Ele tentou fugir, mas foi capturado. 
 
Segundo a investigação, o suspeito preso em Itaquá foi responsável por vender o celular da vítima. Foi a partir da localização do aparelho que a operação para prendê-los foi desencadeada.
 
“O envolvido em Poá tem participação direta no assalto. Ele nega, porém câmeras o puseram por lá”, explicou o delegado responsável pelo caso. 
 
Para Ângelo, as investigações não foram concluídas. Ele busca identificar e prender o bandido que atirou no estudante. “Ambos foram presos temporariamente sob a acusação de latrocínio. No entanto, a gente vai continuar investigando, pois ainda há um lapso quanto ao atirador”.
 
Receptação 
 
Além da acusação de latrocínio, o homem preso no município itaquaquecetubense, foi autuado em flagrante por receptação. Entre os 18 celulares apreendidos, estão aparelhos furtados e roubados.
 
Entenda o caso
 
O estudante Wesley Henrique Oliveira Dias, 22 anos, foi assassinado durante um assalto, na Vila Ibar, em Poá. As primeiras informações sobre o caso apontam que a vítima voltava da faculdade, quando criminosos tentaram roubá-lo. 
 
O local onde o estudante foi morto é alvo frequente de assaltantes. No local, há uma viela que dá acesso à Estação. Portanto, pessoas a utilizam com frequência. Essa onda de roubos foi relatada por uma testemunha, que tentou salvar a vida de Dias.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias