Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 12 de dezembro de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 11/12/2018
PMMC DEZEMBRO - SALA DO EMPREENDEDOR
MRV DEZEMBRO - 13º EM DOBRO
PMMC BAZAR SOLIDARIO 2018

Polícia prende líder de uma das quadrilhas mais violentas do Alto Tietê

Foram dois meses investigando a participação do bandido em um assalto a um comércio em Itaquaquecetuba

Por Marcus Pontes - de Itaquá12 JUN 2018 - 15h23
Arma, munições e drogas foram localizadas em imóvel de bandidoFoto: Polícia Civil/Divulgação
Líder de uma das quadrilhas mais violentas da região e responsável por dar ordens a grupos que atuam com o tráfico de drogas, roubos e sequestros. Esse é o perfil do criminoso preso nesta terça-feira (12), no Jardim das Cerejeiras, em Arujá.
 
A investigação para prendê-lo foi realizada por policiais do 1º Distrito Policial (DP) de Itaquaquecetuba. Foram dois meses analisando um assalto ocorrido a um comércio da cidade. “Confirmada a autoria, a gente solicitou à Justiça mandados de busca e apreensão e de prisão temporária”, explicou o delegado Eliardo Amoroso.
 
Os mandados foram cumpridos no início da manhã de hoje. No imóvel do criminoso, os policiais encontraram um revólver calibre 38, munições, além de aproximadamente um quilo de maconha. Também foram apreendidos objetos que, segundo a polícia, podem ser fruto de crimes.
 
"Estamos há meses monitorando os passos dele e outros suspeitos. Agimos no momento certo", disse o chefe dos investigadores Paulo Pagano.  
 
De acordo com a polícia, a investigação descobriu que o criminoso integra o quadro de membros de uma facção criminosa, que age dentro e fora dos presídios no País. "O caso não foi encerrado. Pretendemos desmantelar todo o grupo, que era gerenciado por este bandido. As passagens dele vão de roubo a estelionato", finalizou Pagano.  
 
Ainda de acordo com a investigação, um dos últimos crimes de maior repercussão do suspeito foi na Capital. Ele e outro indivíduo se passava por policial civil para extorquir comerciantes, principalmente estrangeiros. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias