Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 25 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
Pmmc Sarampo
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Polícia

Policiais do Deic prendem em Itaquá integrante de quadrilha especializada em grandes roubos

Homem preso nesta quinta-feira (20) é o segundo grande assaltante capturado pela Polícia Civil em dois dias

Por da Região20 AGO 2020 - 18h22
O suspeito foi localizado pelos serviços de Inteligência Policial em uma casa no município de ItaquaquecetubaFoto: Polícia Civil/Divulgação

Policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) prenderam nesta quinta-feira (20), em Itaquaquecetuba, um dos integrantes da quadrilha responsável por grandes ataques a empresas de transporte de valores no Brasil e na América do Sul nos últimos anos. A detenção aconteceu na manhã desta quinta-feira e é a segunda feita pela Polícia Civil, em dois dias, de assaltante inscrito na lista dos mais procurados do país.

Na quarta-feira (19), agentes da 2ª Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), do Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc), haviam capturado um dos envolvidos no roubo de mais de 700 quilos de ouro ocorrido no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em julho de 2019. O criminoso foi detido em Ferraz de Vasconcelos, em diligências relacionadas ao tráfico de drogas.

A prisão efetuada nesta quinta-feira é resultado do preciso trabalho investigativo dos agentes da 5ª Delegacia de Patrimônio (Investigações sobre Roubo a Banco). O suspeito foi localizado pelos serviços de Inteligência Policial em uma casa no município de Itaquaquecetuba. Toda a movimentação das ruas próximas e das entradas do imóvel era vigiada por um circuito de câmeras de segurança, controlado a partir de um quarto. Para chegar ao assaltante, os policiais neutralizaram o sistema.

No currículo do crimino constam invasão a uma transportadora de valores no Paraguai (2017), o roubo a um carro-forte em Suzano, na Grande São Paulo, (2018) e um assalto no aeroporto de Blumenau, em Santa Catarina (2019). 

Na avaliação do delegado Pedro Ivo Corrêa, titular da 5ª Delegacia de Patrimônio, o homem detido hoje integra a organização criminosa responsável pelos maiores roubos ocorridos no Brasil nos últimos anos. O ataque executado no Paraguai também é considerado o maior crime do gênero ocorrido no país vizinho.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias