Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 21 de abril de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/04/2019
Pmmc
CENTERPLEX 18 A 25/04

Principal suspeito de esquartejar família é preso na Bolívia

Transferência de suspeito está sendo analisado entre polícia do Brasil e Bolívia

Por Marcus Pontes - de Itaquá09 FEV 2019 - 23h13
Família foi esquartejada e morta. Principal suspeito e o cunhado de uma das vítimasFoto: Divulgação/Redes Sociais

O principal suspeito de matar e esquartejar uma família de bolivianos, em Itaquaquecetuba, foi preso na cidade de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia. A informação foi confirmada durante a noite deste sábado (9). 

Investigadores brasileiros, que cuidam do caso, estão em tratativas com o governo boliviano para que o acusado seja deportado ao Brasil. A ideia é que o suspeito seja ouvido e cumpra pena pela chacina em território brasileiro.

Por enquanto, a polícia não confirmou se há comum acordo. Portanto, a decisão pode ser dada nesta segunda-feira (11). O delegado Eliardo Jordão, responsável pela investigação, deve se pronunciar nos próximos dias.

Entenda o caso

Os corpos de Jesus Reynaldo Condori Sanizo, de 39 anos, e Irma Morante Sanizo, de 38 anos, e de Gian Abner Morante Condori, de 8 anos, foram encontrados dentro de malas e sacos plásticos mutilados, em uma casa no Jardim Paineira, no início de janeiro. 

 

Dois bolivianos, que teriam ajudado o principal suspeito, estão presos temporariamente. A investigação descobriu que a família foi morta logo após o desaparecimento, em 23 de dezembro. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias