Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 01 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 01/10/2020
SOUZA ARAUJO
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
DR JÚLIO CÉSAR - JURÍDICO CDP
ÚNICCO POÁ

Recepcionista é roubada e estuprada no Centro

15 SET 2015 - 08h00

Uma recepcionista, de 18 anos, foi estuprada em Suzano, após ser vítima de roubo na Rua Campos Salles, região central de Suzano. A jovem estava na companhia do namorado, dentro de um carro, quando o desconhecido chegou e os ameaçou. O acusado obrigou o namorado da vítima a ficar dentro do porta-malas. Além do abuso, o bandido levou os celulares do casal e mais R$ 20. O fato ocorreu por volta das 21 horas do último domingo.

O namorado da jovem, um estudante de 22 anos, contou que após estacionar na rua, permaneceu conversando com a namorada no interior do veículo. Neste momento, um homem, que usava um capuz escondendo o rosto, bateu no vidro do carro e, simulando portar uma arma, anunciou o assalto e ordenando que ele descesse do carro e entrasse no porta-malas. O estudante conta ainda que ouviu o indivíduo abusar de sua namorada.

O Boletim de Ocorrência (B.O.) foi registrado no Distrito Policial (DP) Central de Suzano. A recepcionista conta que após dirigir por um tempo, o bandido parou e a mandou descer do veículo e tirar toda roupa. Em seguida, obrigou a jovem a fazer sexo. A vítima se vestiu e o acusado a fez entrar no carro, e deitar de bruços no assoalho do banco traseiro.

Dirigiu por mais um tempo e parou o carro uma segunda vez. Nesta hora, a vítima ouviu o acusado conversando com outras pessoas. O estudante, que estava no porta-malas, confirma ter ouvido ruídos de conversa, que aparentava ser entre cerca de dez pessoas. Depois disso, após dirigir por mais uma hora e meia, o suspeito abandonou as vítimas e o carro na entrada do bairro Jardim Dora.

EM ITAQUÁ

Outro caso de estupro foi registrado na manhã de ontem. O caso teria ocorrido na última sexta-feira, na Rua Minas Gerais, em Itaquaquecetuba. A vítima, uma estudante de 18 anos, declarou que estava indo para casa quando foi abordada por um indivíduo desconhecido que disse ser policial. O homem a pegou pelo braço e exibiu uma arma, levando-a, em seguida, para um campo de futebol, onde obrigou a estudante a manter relação sexual com ele. Antes sair do local, o indivíduo mandou que a vítima permanecesse deitada por cerca de dez minutos e só depois fosse embora. Somente as chaves da estudante foi levado. A estudante foi encaminhada para o Hospital Pérola Byington.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias