Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 28 de janeiro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/01/2020
PMMC FERIAS 2020
CENTERPLEX 23 A 29/01
CENTRO MÉDICO

Rota detém suspeito de esfaquear motorista de aplicativo durante tentativa de assalto

Em depoimento à Polícia Civil, o suspeito disse ter tentado roubar a vítima por estar devendo para agiota

Por Marcus Pontes - de Itaquá14 JAN 2020 - 14h37
Ação foi realizada por policiais da Ronda Ostensiva Tobias de Aguiar (Rota)Foto: Divulgação

Um jovem, de 19 anos, foi detido sob suspeita de esfaquear um motorista de aplicativo durante uma tentativa de assalto, em Arujá. A ação, realizada por policiais da Ronda Ostensiva Tobias de Aguiar (Rota), foi na segunda-feira, 13, no Jardim Maragojipe, em Itaquaquecetuba. Em depoimento à Polícia Civil, o indivíduo confessou o crime e disse ter atacado a vítima por 'desespero' por estar sendo cobrada por agiotas.

O assalto aconteceu na sexta-feira passada, 10, na Estrada Arujá-Santa Isabel, em Arujá. O motorista de aplicativo buscou um passageiro no Jardim Maragojipe, com destino à rodoviária da cidade vizinha. No percurso, porém, o passageiro o esfaqueou nas costas. A vítima reagiu e o bandido fugiu.

Um familiar da vítima identificou o ladrão, por meio das redes sociais, e pediu ajuda a policiais da Rota. O endereço no qual o suspeito residia foi alvo de busca. Lá, o indivíduo foi encontrado e detido. 

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito confessou o crime. Disse que devia R$ 1,8 mil para um agiota e, por não ter condições de pagar e temendo represália, optou por roubar uma pessoa, em especial um motorista de aplicativo. O objetivo do indivíduo era o de roubar o carro da vítima e revender as peças, segundo o boletim de ocorrência.

Apesar de ser reconhecido pela vítima e confessar o crime, o suspeito acabou sendo liberado por não ser flagrante. Um pedido de prisão foi solicitado à Justiça. Até o fechamento desta reportagem, a polícia não havia confirmado se a ordem foi cumprida. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias