Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 29 de março de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/03/2020
Secretaria de Estado da Saúde Campanha Coronavirus
CENTRO MÉDICO
COVID

Setor de Homicídios de Mogi prende último suspeito de matar homem em Itaquá

Caso aconteceu em janeiro. Com a prisão dos quatro elementos, a polícia encerra investigações

Por Daniel Marques - de Itaquá03 FEV 2020 - 15h13
Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa realizou prisõesFoto: Sabrina Silva/Divulgação

O Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) de Mogi das Cruzes prendeu o quarto e último suspeito de executar um homem e tentar matar outro na madrugada de 6 de janeiro, no Jardim Joandra, em Itaquá.

A polícia descobriu o nome do mandante do crime e de um dos atiradores. A 2ª Vara Criminal da Comarca de Itaquaquecetuba concedeu mandados de busca e apreensão domiciliar. Ambos tiveram a prisão temporária decretada. Com um intenso trabalho  de investigação e inteligência, a polícia conseguiu identificar e prender um terceiro participante.

Um quarto suspeito, que também teria participado do crime, também foi preso. Agora, com a prisão dos quatro elementos, a polícia encerra as investigações.

Todos os policiais do SHPP de Mogi das Cruzes participaram do caso.

Assassinato

Luiz Fernando Dantas, de 36 anos, foi encontrado próximo a um carro de luxo em chamas. Ele chegou a ser socorrido com vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital Santa Marcelina, em Itaquá.

Segundo a polícia, na época, Dantas e um funcionário, de 19 anos, foram sequestrados próximo à Estação Aracaré, por dois bandidos encapuzados. Ambos foram obrigados a entrar em um carro até um matagal.

De acordo com o relato do jovem, bandidos começaram a fazer perguntas a Dantas, em relação a um possível envolvimento dele com uma mulher. Disseram ainda que tal ação era represália ao fato de ele ser 'talarico'.

O registro do caso disse que, após a explicação, um dos bandidos tentou atirar quatro vezes contra o jovem, mas as munições falharam. Depois, ordenaram que ele corresse sem olhar para trás. A mesma situação não ocorreu com Dantas.

Ainda de acordo com a polícia, os bandidos atiraram contra o homem, puseram fogo em um carro e fugiram.

Policiais foram até o local e encontraram a vítima caída no chão. Ele foi socorrido ao Hospital Santa Marcelina de Itaquaquecetuba, no entanto, não resistiu aos ferimentos e morreu. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias