Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 01 de abril de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 31/03/2020
SECRETARIA DE ESTADO DA SAUDE -  CORONAVIRUS

Setor de Homicídios prende dois por suspeita de sequestrar e matar homem em Itaquá

Justiça de Itaquá concedeu mandado de prisão temporária (30 dias) e busca e apreensão contra os alvos

Por Marcus Pontes - de Itaquá30 JAN 2020 - 11h35
Vítima foi baleada e deixada ao lado de carro incendiadoFoto: Polícia Civil/Divulgação

Dois homens foram presos por envolvimento no assassinato de Luiz Fernando Dantas, de 36 anos, ocorrido no dia 6 deste mês, em Itaquaquecetuba. A vítima foi sequestrada, baleada e teve o carro incendiado. Segundo o delegado Rubens José Ângelo, do Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), um dos presos seria o mandante do crime. A Justiça de Itaquá concedeu mandado de prisão temporária (30 dias) e busca e apreensão contra os alvos.

Durante a investigação, a polícia descobriu três motivações para o assassinato: domínio de um ponto de venda de bilhete de transporte, vingança e represália por um suposto roubo praticado pela vítima e o último ciúme.

Ângelo explicou que a vítima atuava com a venda ilegal de passagens do transporte público, em estações da cidade. Disse que os presos também são envolvidos com essa prática. Falou, ainda, sobre a denominação dada pelos suspeitos à vítima antes de matá-la.

"Eles (suspeitos) o chamaram de talarico, que gostava de sair com a mulher dos outros. Quando perguntamos, eles admitiram isso. Mas, descobrimos também as outras possíveis motivações, sendo a de que Luiz queria tomar o ponto de venda de passagens de um deles e, também, um suposto roubo praticado pela vítima à residência de um dos envolvidos", explicou o delegado.

Durante a ação desta semana, investigadores do SHPP cumpriram um mandado de busca e apreensão na casa dos suspeitos. Na oportunidade, foram encontrados cartões do Bilhete Único, documentos e celulares.


(Celulares e cartões do Bilhete Único foram encontrados em imóveis ligados aos suspeitos Foto: Polícia Civil/Divulgação)

De acordo com a polícia, os presos também tentaram matar uma outra pessoa, mas, a arma falhou e permitiram que ele fugisse.

"Agora, buscamos pelo indivíduo que atirou. E vamos prosseguir com a investigação, para apurar uma eventual participação de outras pessoas", finalizou Ângelo.

Entenda o caso

Luiz Fernando Dantas, de 36 anos, foi sequestrado e morto, em Itaquaquecetuba. A vítima foi encontrada próxima a um carro de luxo em chamas.

Dantas e um funcionário, de 19 anos, foram sequestrados próximo à Estação Aracaré, por encapuzados.

Um dos bandidos tentou atirar quatro vezes contra o rapaz, mas a arma falhou. Em seguida, os criminosos permitiram que ele fugisse. O mesmo não aconteceu com Dantas, que foi baleado e deixado para morrer ao lado de um carro incendiado.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias