Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 22 de setembro de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/09/2018
PMMC SETEMBRO - ENTRE
MRV AGOSTO - SÁLVIA
PMMC - SETEMBRO FOOD TRUCK SOLIDÁRIO

110 famílias poaenses serão beneficiadas com programa de reforma do governo federal

Público contemplados reside nos bairros Madre Angela e Nova Poá

Por Marcus Pontes - de Poá17 ABR 2018 - 18h02
Programa do governo federal dá a famílias carentes até R$ 9.646,07 para aumentar ou reformar casaFoto: Evandro Veiga/Divulgação

Ao todo, 110 famílias poaenses poderão ser beneficiadas com o programa Cartão Reforma neste ano. O público contemplado reside nos bairros Madre Angela e Nova Poá. O recurso enviado será de R$ 632,5 mil. As informações foram divulgadas nesta terça-feira (17) pelo Ministério das Cidades. O programa do governo federal dá a famílias carentes até R$ 9.646,07 para aumentar ou reformar casa. A lista completa das cidades selecionadas pode ser vista aqui.

O bairro com mais beneficiados é o Jardim Nova Poá. Serão 60 famílias carentes nesta região, com custo total de investimento de R$ 300 mil. No Madre Angela, o número é pouco menor, com 50. O governo federal empenhará R$ 250 mil nas atividades. Outro recurso de R$ 82,5 mil é citado na lista, mas não há menção sobre qual sua função.

O sonho em terminar a casa própria é unânime em boa parte da população brasileira. Mas, o Ministério das Cidades alerta que há restrições quanto às pessoas que podem pedir o Cartão Reforma. Por isto, o interessado deve atender aos seguintes requisitos: Renda bruta da família seja de, no máximo, R$ 2.811; ter de 18 anos ou ser emancipado; ter celular com número habilitado a receber mensagem de texto (SMS); somente ter um imóvel (considerando o país todo, não apenas a cidade) e morar nele; o imóvel precisa estar em um dos municípios selecionados pelo governo, e também em um dos bairros indicados pela prefeitura da cidade; e por fim, ter condições de fornecer mão de obra, equipamentos e ferramentas para as obras

A escolha sobre quem terá o direito ao Cartão Reforma levará em conta a situação socioeconomica da família e o quanto as casas precisam de melhorias. Terão prioridade famílias com renda mais baixa, que têm pessoas idosas ou que seja administrado por uma mulher. 

O programa, porém, não atende famílias que moram em imóveis alugados ou cedidos. Pessoas que moram em casas em condições consideradas ruins (exemplo, de taipa não revestida, madeira ou palha); imóveis que ficam em terrenos ou lugares alvos de disputa na Justiça; e em áreas de risco ou que não podem ser regularizadas, também não são contempladas com o benefício.

Como se cadastrar

As famílias interessadas deverão se inscrever diretamente na Prefeitura. Serão exigidos documentos como RG ou CNH (Carteira Nacional de Habilitação); CPF; NIS (Número de Identificação Social); Comprovante de cadastro no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal). Das outras pessoas que moram na casa: menores de 18 anos: RG ou certidão de nascimento. Maiores de 18 anos: RG ou CNH;NIS; além de comprovação de renda; escritura da casa e conta de luz.

O governo não definiu como será feito o processo de entrega dos cartões. Somente que, depois da lista de beneficiários estiver fechada, o tempo para chegada do cartão será de cerca de 30 dias. Ele será entregue na casa das famílias escolhidas.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias