Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 24 de junho de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/06/2018
MRV WEB - SUPREME
PMMC ATIVA DESKTOP
PMMC - DESKTOP

2 mortes com suspeita de gripe H1N1 são investigadas no Alto Tietê

Casos de óbito, em análise, foram computados em Itaquá e outro em Ferraz

Por Lucas Lima - da Região12 JUN 2018 - 17h17
Em Mogi, neste ano, foram registrados 110 notificações suspeitas de H1N1, das quais 36 pacientes são moradores da cidadeFoto: Guilherme Berti/PMMC
O Alto Tietê aguarda o resultado dos exames de duas mortes com suspeitas de gripe H1N1. Até segunda-feira (11), a região registrava apenas o óbito pela doença de um morador de Mogi das Cruzes, de 57 anos, que ocorreu no início do mês. Ao todo, 174 notificações foram contabilizadas, até o momento. A vacinação contra a gripe continua na região.
 
Os dois casos de óbitos, em análise, foram computados em Itaquaquecetuba e outro em Ferraz de Vasconcelos. Em Itaquá, o Departamento de Vigilância Epidemiológica informou que neste ano foram registradas 20 notificações de gripe na cidade. Destes, um caso de H1N1, um óbito suspeito e três casos de Influenza. A imunização contra a doença segue até sexta-feira. Já foram vacinadas 25.246 pessoas. Em Ferraz, há apenas um caso de óbito suspeito. O morador é da cidade, mas faleceu em outro município. A Prefeitura disse que as investigações continuam, e por este motivo, não é possível dar mais detalhes. A vacinação segue normalmente. 
 
Em Mogi, neste ano, foram registrados 110 notificações suspeitas de H1N1, das quais 36 pacientes são moradores da cidade. Entre estes, 25 casos foram descartados, oito estão em andamento e três foram positivos, dos quais um homem de 57 anos faleceu. A vacinação também será realizada até sexta-feira.
Poá conta com 17 notificações de síndrome respiratória aguda grave, sendo nove casos descartados e o restante em análise. O município aplicou 16.148 doses da vacina nos grupos prioritários totalizando uma cobertura vacinal de 74,98%.
 
Em Suzano, foram computados 26 casos de síndrome respiratória aguda grave, mas nenhum deles causados por H1N1. A cidade vacinou, até o momento, 42.232 pessoas contra gripe. Destas, 34.104 são dos grupos prioritários, o que representa 63,13% da meta do município, que é de 54.018. Além disso, mais de 8.128 pessoas com doenças crônicas foram imunizadas. A vacinação ocorre nas 23 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e de Saúde da Família (USFs), de segunda a sexta-feira, das 9 às 15 horas. Nos postos do Jardim Europa (segunda e quarta-feira) e do Jardim Maitê (terça e quarta-feira) o período é estendido até as 19 horas.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias