Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 01 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 01/10/2020
SOUZA ARAUJO
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
ÚNICCO POÁ

5 cidades do Alto Tietê ganharão Planos de Saneamento Básico

24 SET 2016 - 08h00

Cinco cidades da região, localizadas na bacia do Alto Tietê, ganharão planos de saneamento. São Arujá, Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Poá e Suzano. Os documentos são essenciais para definir as diretrizes a fim de universalizar os serviços de água e esgoto, drenagem e resíduos sólidos em cada município. Os documentos serão elaborados conforme as demandas de cada município.

O edital para selecionar as empresas que farão os Planos Municipais de Saneamento foi lançado na última quinta-feira pela Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos. Além das cidades da região, mais 159 cidades paulistas terão planos de saneamento. Com a medida, São Paulo se tornará o primeiro estado brasileiro a ter planos para todos os municípios, conforme determinado na Lei Nacional de Diretrizes para o Saneamento Básico. "Este é um passo decisivo para consolidar a liderança de São Paulo na gestão do saneamento no país. Logo em breve, todos os municípios contarão com seu plano de saneamento, um instrumento chave para guiar os investimentos no setor", destacou o Secretário de Saneamento e Recursos Hídricos, Benedito Braga.

O edital foi dividido em quatro lotes, contemplando 13 regiões: Lote 1 engloba o Alto Tiete, Tietê/Jacareí e Médio Paranapanema; o Lote 2 tem Tietê/Batalha, Aguapeí, Peixe e Pontal do Paranapanema; o Lote 3 com Pardo, Sapucaí/Grande, Baixo Pardo/Grande e Baixo Tietê e o Lote 4 tem Turvo/Grande e São José dos Dourados. As empresas vencedoras terão 16 meses após a assinatura do contrato para entregar os planos. O serviço será realizado com recursos do Fundo Estadual de Recursos Hídricos (Fehidro) e está avaliado em R$ 13 milhões.

Os documentos serão elaborados conforme as demandas de cada município. Eles podem contemplar o abastecimento de água e o esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo dos resíduos sólidos, e drenagem e manejo de águas pluviais urbanas. O planejamento leva em conta o crescimento populacional de cada município nos próximos 20 anos, como a previsão das possíveis indústrias que se instalarão na região, atividades que podem ser incorporadas, levantamento das obras que precisarão ser feitas para suprir as necessidades da população e a análise do aumento da demanda. Com essas informações, é feito um cálculo dos possíveis investimentos a serem realizados pelo município.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias