Envie seu vídeo(11) 4745-6900
quinta 09 de dezembro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 09/12/2021
SOUSA ARAUJO - SIENA
SECOM CORUJÃO DA SAÚDE
CIA SUZANO
CREA- SP TRANSFORMAÇÃO DEZEMBRO 2021

Alto Tietê registra queda de 57,60% no índice de emissão de títulos eleitorais

Por Matheus Cruz - da Região24 OUT 2021 - 21h00
Dado foi divulgado nesta semana pelo Tribunal Regional Eleitoral de São PauloFoto: Regiane Bento/DS
A um ano das eleições gerais, o Alto Tietê registrou queda de 57,60% no índice de emissão de títulos eleitorais. O dado foi divulgado nesta semana pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), e aponta que entre janeiro a setembro deste ano, foram emitidos 25.086 títulos na região, número inferior ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 59.171 despachos. Ou seja, 34.085 emissões a menos.
 
De acordo com o TRE-SP, durante determinado período da pandemia, o atendimento relacionado a emissões foi feito exclusivamente de forma remota, o que pode justificar a redução no índice. Entre as cidades da região, a que registrou maior queda no registro foi Mogi das Cruzes. Para se ter ideia, o município teve 17.368 despachos de títulos eleitorais de janeiro a setembro de 2020, mas o número caiu para 6.470 no mesmo período deste ano. Foram 10.898 a menos no comparativo. A diminuição também foi registrada em Suzano, que é a segunda cidade com o maior índice de queda nesse comparativo. Se em 2020 foram registradas pelo TRE-SP 10.133 emissões, neste ano foram 4.676. Já em Itaquaquecetuba, foram 11.057 emissões no ano passado e apenas 6.470 no acumulado de janeiro a setembro deste ano. Ferraz de Vasconcelos é a 4ª cidade com maior registro de queda. O TRE calculou 6.085 no período de 2020 e 2.990 nos mesmos meses deste ano. Ou seja, a diferença é de 3.095 títulos emitidos. Fechando a lista entre as cinco cidades que apontaram maior queda no percentual, está Arujá. De acordo com os dados, foram 3.958 títulos emitidos de janeiro a setembro de 2020, passando para 1.185 no mesmo período de 2021. Nas demais cidades da região também foi registrada a diminuição no número de emissões de títulos eleitorais. Seguindo a lista entre os municípios que tiveram maior queda, Poá aparece em 5ª colocação. De acordo com o TRE-SP, Poá teve 4.272 emissões em 2020, número que caiu para 1.590. A lista segue com Biritiba Mirim, que de 2.644 despachos, foi para 334. Em Guararema, a queda foi de 1.530 entre os dois períodos. Em 2020 foram registradas 2.039 emissões, passando para 509 neste ano. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias