Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Logo de aniversário de 60 anos
domingo 19 de setembro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/09/2021
CREA-SP
SEC DE GOVERNO - CAMPANHA: CORONAVIRUS - VALE GÁS - FASE II
ManArc
PMMC REDESCUBRA MOGI
GrupoIndy

Alto Tietê tem queda de 3,10% no número de sepultamentos

Municípios registraram 516 sepultamentos em maio; número caiu em junho

Por Matheus Cruz - da Região01 AGO 2021 - 13h00
Queda foi de 3,10% na regiãoFoto: Regiane Bento/DS
Entre as dez cidades do Alto Tietê, cinco registraram juntas a queda de 3,10% no índice de sepultamentos entre os meses de maio e junho deste ano. Na soma, foram realizados 516 enterros no mês de maio, número que caiu para 500 em junho. Os dados são de sepultamentos gerais, por Covid-19 e outras causas. 
 
Entre as cidades que divulgaram os dados, Suzano é a segunda que indicou a maior queda. Em maio, 208 sepultamentos foram realizados nos dois cemitérios municipais. O registro no mês de junho passou para 198, ou seja, uma queda de 4,8% de um mês para o outro. De acordo com o Executivo suzanense, índice mais alto registrado ocorreu em março deste ano, quando foram feitos 333 sepultamentos. Em Ferraz de Vasconcelos a queda foi de 9,4%. Em maio, o número de sepultamentos fechou em 116, passando para 105 em junho. A cidade conta com três cemitérios, sendo dois públicos e um privado. Em abril, os dois cemitérios públicos receberam 150 sepultamentos, maior índice registrado desde o início da pandemia. 
 
A cidade de Poá manteve o mesmo número registrado nos dois meses. Foram 92 sepultamentos realizados nos dois períodos. De acordo com a Prefeitura, o pior registro ocorreu em março, com 162 sepultamentos realizados. 
 
Fechando a lista, Itaquaquecetuba e Guararema registraram um leve aumento entre maio e junho. Foram 171 em Itaqua e 21 em Guararema no mês de maio, passando para 174 e 23, respectivamente. 
 
O percentual pode ser ainda maior, já que as cidades de Mogi das Cruzes, Biritiba Mirim, Salesópolis, Santa Isabel e Arujá não informaram os dados solicitados pelo DS até o final desta reportagem. 
 
Cemitérios
 
As prefeituras consultadas informaram que todos os cemitérios que são de administração municipal estão com plena capacidade para sepultamentos, sem necessidade de abrir novas sepulturas, exceto Poá. O município conta com apenas um cemitério. O Executivo informou que atualmente ele atende com capacidade reduzida, chegando ao limite máximo de sepulturas. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias