Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 15 de outubro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/10/2019
Secom Segurança
CENTRO ONCOLÓGICO
Villa Europa
Região

Aluna do Renova BR faz ação para revitalizar ONG em Jundiapeba

Informação foi dada durante o programa ‘DS Entrevista’

Por Fernando Barreto - da Região01 OUT 2019 - 16h20
Aluna do Renova BR faz ação para revitalizar ONG em JundiapebaFoto: Munique Kazihara/Divulgação
A pedagoga e jornalista, Alessandra Shimomoto, fará uma ação beneficente para revitalizar a ONG Jabuti Prema, localizada no Distrito de Jundiapeba, em Mogi das Cruzes. A informação foi dada durante o programa ‘DS Entrevista’. Segundo ela, a ação é uma das tarefas exigidas pelo movimento Renova BR.
 
Segundo Alessandra, a intervenção está prevista para acontecer dia 5 de outubro - data na qual marcará um ano par ao início do pleito de 2020. “Quero transformar uma área que existe lá, em um espaço para convivência de crianças e adolescentes”, destacou.
 
Ela destacou ainda a importância da participação popular. Por isto, lançou um convite para que mais pessoas possam aderir nesta ação, que deve acontecer das 9 às 14 horas. 
 
Durante a entrevista, Alessandra debateu sobre a iniciação na carreira política. Em 2018, ela tentou conquistar uma cadeira na Assembléia Legislativa de São Paulo (Alesp). Disputou ao pleito de deputada estadual pelo Partido dos Trabalhadores (PT). “Mesmo com campanha apenas pelas redes sociais, consegui 5.481 votos. O partido não deu muitos fundos para minha campanha”.
 
Ela complementou dizendo que participou das eleições de 2018 para ter uma primeira experiência na política: "Me candidatei para ver como era a rotina, a dinâmica. Mas hoje não estou mais no partido (PT). Fiquei por seis meses apenas. Depois de uma análise e, pensando em me candidatar na eleição de 2020, em Mogi, eu me filiei ao Partido Liberal (PL), o antigo PR”, disse
 
Alessandra destacou ter como bandeiras principais a defesa dos direitos das mulheres e minorias. 
Perguntada sobre a questão da Reforma da Previdência, ela, porém, afirmou ser contrária. E pontuou: “é um tema complexo e que não poderia responder de forma prática os pontos que discorda”.
 
Durante a entrevista, Alessandra apontou três setores dos quais precisam ser melhorados em Mogi: saúde, transporte e as regiões periféricas. Para ela, o primeiro setor tem uma questão com a demora de exames. Em relação ao transporte, ela destacou que o meio é um dos mais caros do Alto Tietê.  Já em relação das regiões periféricas, ela pontuou que existem localidades sem a devida atenção.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias