Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 11 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 10/12/2019
CENTRO ONCOLÓGICO
Região

Artesp diz que concessão da Mogi-Dutra vai trazer benefícios

Agência afirma que abriu canal de comunicação em site oficial para ouvir a opinião da população sobre o tema

Por Fernando Barreto - da Região25 OUT 2019 - 21h46
Artesp diz que concessão da Mogi-Dutra vai trazer benefíciosFoto: Sabrina Silva/DS
Investimentos em obras e implantação de modernos serviços podem ocorrer nas rodovias Dom Paulo Rolim Loureiro (SP-98), a Mogi-Bertioga, na Pedro Eroles (SP-88), a Mogi-Dutra, e na Padre Manoel da Nóbrega e Cônego Domênico Rangoni (SP-55), a Rio-Santos, caso a concessão da Mogi-Dutra seja aceita. A concessão prevê a instalação de um pedágio na rodovia. Contudo, os prefeitos do Alto Tietê vão contra a medida e, conforme publicado ontem, estão mobilizados para que a proposta não saia do papel.
 
Segundo a Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp), a instalação de um pedágio na rodovia prevê investimentos de R$ 3 bilhões em obras e R$ 2,8 bilhões para implantar novos serviços em até 240 quilômetros de rodovias da região.
 
A postura da Artesp vai contra ao que foi dito, na última quinta-feira, pelo presidente do Condemat e prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi.
 
Em reunião do Condemat com o secretário estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto, Ashiuchi afirmou que todos os prefeitos do consórcio são contra a proposta. 
 
Além do consórcio, vereadores das cidades da região estão mobilizando uma frente contra a implantação de um pedágio.
 
Obras
 
Entre as principais obras apontadas pela Artesp estão a adequação de 6,4 quilômetros do trecho da Mogi-Bertioga, a implantação de 22,3 quilômetros de acostamento entre Biritiba-Mirim e Bertioga, rampas de escape no trecho de serra e nova ponte sobre o Rio Guacá, localizado em Biritba-Mirim.
 
Desconto
 
Além das obras e modernização de serviços, a Artesp explica que para os motoristas que passarem mais vezes pelo pedágio terão desconto, e para os motoristas que utilizarem o pagamento automático terão direito a outros benefícios.
“O edital prevê um desconto progressivo no pagamento do pedágio, que irá beneficiar os motoristas que utilizam o trecho rodoviário com mais frequência, além de um desconto de 5% para os usuários que utilizarem o pagamento automático. Seguindo a nova política tarifária adotada pelo Estado, a tarifa por quilômetro ficará 23% menor que os contratos atuais”, explicou.
 
Motivo
 
A Artesp explica que a concessão da Rodovia Mogi-Dutra e Mogi-Bertioga fazem parte do projeto "Concessão do Lote Rodovias do Litoral", e que promoveu audiências públicas, além de abrir um canal de comunicação em seu site, para debater o tema com a população.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias