Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Logo de aniversário de 60 anos
sexta 07 de maio de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 07/05/2021
 SP EDUCAÇÃO - SAC_210326-001 - CORONAVIRUS - VACINACAO PROFISSIONAIS
CLUDE DS DIA DAS MÃES
CHECK UP - PÓS COVID
GrupoIndy
Região

Banco de Alimentos de Itaquá distribui quase três toneladas de alimentos

Alimentos foram doados pela Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp)

Por de Itaquá22 ABR 2021 - 15h46
Banco de Alimentos de Itaquá distribui quase três toneladas de alimentosFoto: Divulgação

O Banco de Alimentos de Itaquaquecetuba recebeu quase três toneladas de alimentos da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp). A doação foi retirada nesta semana e distribuída para as instituições cadastradas na Secretaria de Abastecimento e Segurança Alimentar foi de frutas como melão, figo, romã, e outras, além de alface, acelga, nabo, e outras, totalizando 2815 quilos de produtos.

O Banco de Alimentos estava com o cadastro desativado desde 2016 por falta de prestação de contas, mas com o esforço em conjunto da equipe da Secretaria de Abastecimento e Segurança Alimentar, foi possível reativar e receber as doações. Até o momento, a população de Itaquaquecetuba já recebeu mais de 10 toneladas de alimentos, entre frutas, verduras, legumes e hortaliças. Além da retirada na Ceagesp, o Bando de Alimentos recebe doações de outras cidades como Mogi das Cruzes e Biritiba Mirim.

Para o prefeito Eduardo Boigues, esta cooperação traz um significado de progresso e união para a cidade que sofreu, por anos, o descaso público. “É um momento muito forte de união e trabalho em conjunto. Nunca vi a cidade receber tantas doações. É muito importante este trabalho em equipe, sem contar que isso não pode parar. Temos o dever de ajudar tantas famílias carentes nesse momento doloroso que têm sido com a pandemia”, detalha Boigues.

Já para Aparecido Ribeiro de Almeida, o Magrão, este processo torna-se simples, quando existem pessoas dispostas a fazer o bem. “É um momento de gratidão quando a gente faz as entregas de alimentos para as associações cadastradas, sabemos que estas doações chegarão para famílias que muitas vezes estão com os pratos vazios, e o pior é que na maioria das vezes, esses pratos são de crianças”, relata Magrão.

A partilha dessa vez contou com frutas e verduras, itens que são os primeiros descartados quando o orçamento familiar aperta, cedendo espaço para itens como arroz e feijão. As doações por meio de empresários e agricultores podem ser realizadas diretamente na sede do Banco de Alimentos que fica no Parque Ecológico Mario do Canto, s/n, no bairro Estação.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias