Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 03 de dezembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 03/12/2020
Sec de Governo - Educação Kit de Atividades 02 - Dezembro
ESTELAR IMÓVEIS
GrupoIndy
Sec de Governo - Educação Kit de Atividades - Dezembro

Casos de dengue aumentam 142% no Alto Tietê e chegam a 242 confirmados

10 ABR 2016 - 08h00

Os casos de dengue aumentaram 142% na região. O número anterior era de 100 pessoas infectadas pela doença, sendo que atualmente são 242. Deste total, 147 são autóctones, 63 importados e 14 continuam sob análise em Suzano. Ferraz de Vasconcelos foi a única cidade que registrou casos suspeitos de Chikungunya, tendo em vista que quatro já foram confirmados e o restante aguarda exame. As vigilâncias sanitárias já contabilizam 1.696 notificações suspeitas do vírus da dengue. Os dados foram divulgados ontem pelas cidades de Suzano, Mogi das Cruzes, Itaquaquecetuba, Poá, Ferraz de Vasconcelos, Biritiba Mirim, Guararema e Arujá. Nenhuma das cidades registrou casos de Zika vírus, também transmitidos pelo mosquito Aedes Aegypti. Suzano já contabiliza 92 pessoas infectadas no começo deste ano. No total, 59 foram autóctones, ou seja, contraídos no município, 19 foram importados, 14 ainda aguardam analise e 329 seguem sob investigação. A cidade não teve nenhum registro de suspeita de Chikungunya ou Zika vírus.

Mogi das Cruzes é a cidade que mais computou casos suspeitos do vírus da dengue; 666 notificações. Já em relação às pessoas infectadas, o município tem 23 casos autóctones e 23 importados. Itaquaquecetuba teve 25 casos da dengue, tendo em vista que 23 são autóctones e dois são importados. O município ainda aguarda exames para comprovar se 272 notificações poderão entrar nas estatísticas de infectados. Poá apenas teve seis casos confirmados, sendo todos importados. Não houve registro de casos suspeitos na cidade.

Arujá computou oito casos autóctones, visto que outros 126 estão sendo analisados pela vigilância sanitária. Guararema registra um caso importado e dois autóctones, sendo que ainda há 109 notificações da doença. Biritiba Mirim é a cidade que teve o menor número da doença, sendo que apenas foi computado um caso importado. Sobretudo, a cidade tem 35 notificações da doença.

A Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos disse que a cidade teve 196 notificações de casos suspeitos, porém 37 foram negativos para a doença. Além disso, a pasta de saúde informou que 43 pessoas estão infectadas pelo vírus, tendo em vista que 32 são autóctones e 11 são importados. Também foi confirmado que o município teve o registro de oito notificações do vírus da Chikungunya, mas apenas quatro foram confirmados.

O DS solicitou dados das prefeituras de Salesópolis e Santa Isabel, porém não obteve retorno até o fechamento desta reportagem.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias