Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 30 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 30/10/2020
PMMC COVID VERDE
Pmmc Sarampo Outubro
PMMC OUT ROSA
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pms Coronavírus - Fase Verde

Casos suspeitos de H1N1 aumentam e chegam a 31 nas cidades da região

03 ABR 2016 - 08h00

 A região do Alto Tietê registrou aumento de 17 casos suspeitos do vírus H1N1 em apenas três dias. Até ontem, as prefeituras contabilizaram 31 casos notificados, sendo que no último levantamento feito pelo DS na última terça-feira haviam 14. Vale destacar que a contagem atual leva em conta as cidades de Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Santa Isabel e Suzano.

Dos municípios pesquisados anteriormente (Ferraz, Itaquá, Mogi e Suzano), somente dois obtiveram crescimento nos casos. Sendo eles Mogi, de nove para 13 notificações; e Ferraz, de quatro para sete. Em relação à cidade mogiana, dois casos já foram descartados e 11 aguardam resultado. Já em Ferraz, dois casos foram negativos e cinco estão em análise.

Em Suzano, neste ano, há apenas um caso notificado. Duas cidades ainda se mantêm sem notificações, sendo Arujá e Itaquá, onde todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) foram reforçados os estoques de álcool em gel e orientação para a população sobre a higiene pessoal. Em contrapartida, Guararema soma sete. Em Santa Isabel, seis casos foram registrados.

REUNIÃO

Uma reunião do Estado de São Paulo com a participação de todas as Vigilâncias do Alto Tietê será realizada amanhã.

O objetivo do encontro será informar aos municípios quando e o número de doses que chegarão aos mesmos.

SINTOMAS

Os sintomas da gripe Influenza A/ H1N1 são semelhantes ao de uma gripe comum. Assim, é possível que a pessoa se automedique, acreditando estar apenas com um resfriado.

Vale lembrar que a orientação é de que sejam feitos exames clínicos em hospitais, uma vez que a doença H1N1 pode acarretar em morte.

Além disso, as pessoas que estiverem resfriadas são orientadas a espirrar ou tossir no antebraço, pois, ao usar as mãos para tapar a boca, a transmissão do vírus pode se amplificar. Todos devem ficar atentos aos sintomas da H1N1: febre alta, dores no corpo, tosse, dor de garganta, coriza e nariz entupido, vômitos e diarréia também.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias