Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 27 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/10/2020
SOUZA ARAUJO
Pmmc Sarampo Outubro
PMMC MULTI 2020
PMMC OUT ROSA
PMMC COVID VERDE

Chuvas no fim de semana causam alagamentos e interdições no Alto Tietê

07 JUN 2016 - 08h00

 As chuvas do final de semana causaram transtornos à população na região. Em algumas cidades houve alagamentos, interdições, desmoronamentos e a erosão de uma rua e do quintal de uma residência (veja mais na página 2 do caderno Cidade). Dados disponíveis no Portal da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) mostram que as chuvas desses últimos seis dias superaram a média histórica para todo o mês de junho. O acúmulo de água é quase 100% maior do que no mesmo período do ano passado.

Uma das cidades mais atingidas foi Guararema. O município registrou a interdição da Avenida João Barbosa de Oliveira, no Centro. Outro incidente ocorreu na Rua Caetano Ramos, no bairro Vale dos Eucaliptos, onde um muro caiu. Segundo a Prefeitura, o acúmulo foi de 106 milímetros de água.

Itaquaquecetuba registrou o acúmulo de 73 milímetros de água decorrente às chuvas do final de semana. A Defesa Civil de Itaquá relatou que não chovia desta forma no município há 12 anos, e que apenas houve o alagamento nos bairros Vila Maria Augusta e Jardim Miray.

Já Ferraz de Vasconcelos computou 40 milímetros por causa das chuvas. E que apenas houve a erosão da Rua Manoel Farias, próxima a Rua Quinze de Novembro. O incidente resultou em uma pequena cratera, onde funcionários da Secretaria de Serviços Urbanos estudam procedimentos a serem realizados.

Mogi das Cruzes e Poá não registraram incidentes. Juntas as cidades acumularam 168,9 milímetros de água resultante das chuvas do final de semana.

Biritiba Mirim, Santa Isabel, Salesópolis e Suzano não responderam.

CPTM

Outro problema causado pela chuva foi a falha no dreno do ar-condicionado de um trem da Linha 11-Coral, que faz o trajeto entre a Estação Luz e Estudantes. A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) confirmou o incidente e explicou que o vazamento de água atingiu o interior do trem. E, devido ao problema, os usuários precisaram desembarcar na Estação Tatuapé.

O texto esclarece ainda que a composição foi retirada de circulação e seguiu para a oficina. A previsão era de que retornasse a operar ainda durante a noite de ontem.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias