Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 27 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 26/09/2020
Pmmc Sarampo
PMMC COVID SAÚDE
ÚNICCO POÁ
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Cinco cidades do Alto Tietê registram 3.887 casos de dengue neste ano

22 NOV 2015 - 07h00

Até o momento Suzano, Ferraz de Vasconcelos, Mogi das Cruzes, Itaquaquecetuba e Arujá, registraram 3.887 casos de dengue. Com a aproximação do verão, as cidades reforçaram as ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da doença. No mesmo período de 2014, os municípios computaram 480 casos.

De acordo com a Prefeitura de Suzano, foram registrados 790 casos de dengue na cidade. Destes 412 são positivos, 340 autóctones (contraídos na cidade) e 38 importados. No mesmo período de 2014 foram computados 37 casos positivos, 12 autóctones e 25 importados.

Para continuar o combate, em maio, a Prefeitura comprou equipamentos de última geração para a Vigilância Epidemiológica. Os dois nebulizadores veiculares (acoplados em pick-up) e quatro costais (tipo mochila) possuem tecnologia UBV (Ultra Baixo Volume), que emite micro partículas em névoa e eliminam a fumaça. Com o sistema, o raio de ação do veneno é maior e permite que os trabalhos sejam feitos com mais segurança e em qualquer horário.

Em Ferraz foram registrados 648 casos. Sendo oito importados e 640 autóctones. Em 2014, haviam 159 casos notificados. Destes 95 foram descartados, quatro permaneceram inconclusivos e 56 casos foram confirmados, sendo que 39 eram autóctones e 17 importados.

Mogi também tem intensificado as capacitações dos profissionais de saúde. "Neste momento, todas as ações se concentram na eliminação de possíveis criadouros do Aedes aegypti. O envolvimento da população é fundamental, já que a grande maioria dos criadouros se encontra nos domicílios. A população deve adotar uma rotina periódica de verificação dos imóveis, e eliminar todo e qualquer recipiente que possa acumular água", alerta.

A cidade fará, de 23 a 27 de novembro, a Semana Estadual de Mobilização Contra a Dengue, com visitas e vistorias em escolas públicas. Até o momento Mogi registrou 875 casos, sendo 733 autóctones e 142 importados. Em 2014, durante todo o ano, foram 93 casos, sendo 53 autóctones e 40 importados (veja os detalhes na tabela).

Itaquá registrou 1.280 casos autóctones até o momento e 17 importados. No ano passado foram computados 112 casos. Do total, 102 eram autóctones e 10 importados. Arujá registrou até 13 de novembro, 277 casos autóctones. Em 2014, foram 145 ocorrências, sendo 108 autóctones, cinco importados e 32 de outros municípios.

ZIKA VÍRUS E CHIKUNGUNYA

Até o momento, as cidades citadas nesta reportagem não registraram casos de Zika Vírus. Mogi recebeu duas notificações de Chikungunya, ambos importados de outro estado e Ferraz um caso suspeito, com descarte laboratorial.

Segundo Suzano, os possíveis casos de ambas as doenças são encaminhados a hospitais de referência do Estado. Ferraz e Itaquá por outro lado destacam que a pasta de Saúde esta preparada para atender as doenças, uma vez que elas são tratadas e acolhidas conforme o quadro clínico epidemiológico de evolução.

Mogi completa que as ações realizadas pela cidade também compreendem abordar informações sobre Chikungunya e Zika vírus. "São ministradas aulas de atualização com todos os médicos e enfermeiros da rede municipal de Saúde. Também já foram promovidos encontros com representantes de laboratórios e de hospitais".

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias