Envie seu vídeo(11) 4745-6900
quinta 25 de fevereiro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/02/2021
CENTRO MÉDICO
GrupoIndy
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Meio Ambiente

Com agendamento prévio, mogianos podem retirar mudas no Viveiro de Mogi

Agendamento pode ser feito pelo telefone 4798-5959

Por de Mogi25 JAN 2021 - 17h00
Com agendamento prévio, mogianos podem retirar mudas no Viveiro de MogiFoto: PMMC/Divulgação

Os mogianos que quiserem plantar mudas podem obter várias espécies no Viveiro Municipal, que fica no Parque Leon Feffer. Por conta da pandemia, o Viveiro está atendendo a população por meio de agendamento, que pode ser feito pelo telefone 4798-5959. É possível retirar até três mudas por pessoa, mediante apresentação de cópia do RG e comprovante de endereço. 

Os técnicos da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente dão todas as orientações para quem solicita as mudas, desde o tipo mais adequado para cada ambiente até os cuidados  específicos das diferentes espécies. Entre as mudas mais procuradas, estão a pitanga, araçá, ipê amarelo, ipê branco, manacá e quaresmeira. O Viveiro possui cerca de 25 mil mudas, com altura entre 1 e 1,80 metro, prontas para serem doadas e plantadas.

Com o contato das pessoas que retiram as mudas, os técnicos da Secretaria do Verde acompanham a distribuição de árvores por Mogi das Cruzes e acompanham seu crescimento, tirando dúvidas dos cidadãos sempre que necessário.

Antes da pandemia, o Viveiro de Mudas oferecia o Circuito Escola, que recebia alunos e professores para atividades práticas de plantio e interação com o meio ambiente.  O espaço possui uma Aglofloresta, uma faixa de terra existente no Leon Feffer e que aos poucos vai se unindo à mata ciliar do rio Tietê, graças ao plantio contínuo de mudas.

O Viveiro também tem um modelo de sintropia – um sistema de preparação natural do solo. Na prática, a sintropia prepara a terra para o plantio usando uma mescla de pés de verduras, leguminosas e árvores frutíferas. Para manter o solo úmido, a sintropia usa cobertura de folhas e material decomposto da própria plantação. O processo promove uma adubação natural e enriquece a terra, melhorando a qualidade da produção e dispensando a utilização de componentes químicos.

Por conta da pandemia, as atividades do Circuito Escola estão suspensas temporariamente.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias