Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Logo de aniversário de 60 anos
sábado 19 de junho de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/06/2021
EDP SEGURANÇA
GrupoIndy
Brainer Ocupacional
Saúde

Decisão sobre Pronto Socorro no HC de Suzano sai depois de reformas

Secretário estadual da Saúde participou de reunião na Prefeitura de Mogi das Cruzes e comentou sobre o tema

Por de Mogi09 JAN 2020 - 22h45
Secretário estadual da Saúde comenta sobre o HC de SuzanoFoto: Reprodução
O secretário estadual da Saúde, José Henrique Germann Ferreira, participou ontem de uma reunião na Prefeitura de Mogi das Cruzes e informou  que a decisão sobre se  o HC  de Suzano terá o Pronto Socorro virá somente em março, mês em que as obras no hospital encerram. O secretário vistoriou a Farmácia de Alto Custo do Governo do Estado, localizada em frente a Prefeitura e comentou sobre a Santa Casa de Mogi, que está com os serviços da maternidade suspensas.
 
“Temos que aguardar o término das obras; esperamos que até março isso seja resolvido. A primeira parte que estava em reforma foi finalizada e já está em funcionamento. Terminando a segunda parte, tudo vai se unificar em um único hospital. O local pertencia a Faculdade de Medicina do Hospital das Clínicas, e eles concordam com a transferência para um Hospital Regional”, comenta o secretário sobre o Hospital Regional.
 
Farmácia e Santa Casa
 
Germann explicou que todo início de mês realiza visita a uma Farmácia de Alto Custo do Estado e o equipamento de Mogi das Cruzes foi escolhido para a primeira ação deste ano. 
 
“Encontramos a unidade com estoque em dia, mas isso não basta. Temos que melhorar a área física, os recursos humanos e o sistema de agendamento para otimização do atendimento aos pacientes”, explicou Germann, adiantando que o Estado deverá buscar um local mais adequado e espaçoso e também a adoção de um sistema de agendamento por celular para a retirada dos medicamentos.
 
Sobre a superlotação que levou à suspensão do atendimento da Maternidade da Santa Casa de Mogi das Cruzes, o secretário informou que a Diretoria Regional de Saúde disponibilizou três unidades de referência para atendimento às gestantes: Guaianazes, São Mateus e Ferraz de Vasconcelos. Uma ambulância da Cure 192 – Central de Urgências, Remoções e Emergências foi disponibilizada para atendimento 24 horas na unidade.
 
Desde quarta-feira (08/01), a Santa Casa suspendeu o atendimento da Maternidade em função da superlotação que levaram ao esgotamento da capacidade física e operacional. A unidade contava com 39 bebês no setor Neonatal, dos quais 19 em UTI (para 10 leitos), 20 nos setores intermediários (número de 15 leitos) e capacidade total de 25 leitos. Já a Maternidade estava com 59 gestantes para uma capacidade total de 38 leitos.
 
Outros assuntos também foram abordados, entre eles o reforço do pedido de aumento da oferta de consultas e exames de especialidades, como já foi oficializado no final do ano passado, durante encontro em São Paulo, e que resultou no envio da carreta da mamografia para Mogi das Cruzes, onde foram realizados cerca de 800 exames.
 
“Estamos buscando parceria com a iniciativa privada para a realização de uma nova fase do Corujão”, adiantou Germann.
Para o prefeito, a visita foi uma nova oportunidade de atualizar as principais pautas da cidade e do Alto Tietê. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias