Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 19 de janeiro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 17/01/2020
CENTRO ONCOLÓGICO
CENTERPLEX 16 A 22/01
CENTRO MÉDICO
Saúde

Decisão sobre Pronto Socorro no HC de Suzano sai depois de reformas

Secretário estadual da Saúde participou de reunião na Prefeitura de Mogi das Cruzes e comentou sobre o tema

Por de Mogi09 JAN 2020 - 22h45
Secretário estadual da Saúde comenta sobre o HC de SuzanoFoto: Reprodução
O secretário estadual da Saúde, José Henrique Germann Ferreira, participou ontem de uma reunião na Prefeitura de Mogi das Cruzes e informou  que a decisão sobre se  o HC  de Suzano terá o Pronto Socorro virá somente em março, mês em que as obras no hospital encerram. O secretário vistoriou a Farmácia de Alto Custo do Governo do Estado, localizada em frente a Prefeitura e comentou sobre a Santa Casa de Mogi, que está com os serviços da maternidade suspensas.
 
“Temos que aguardar o término das obras; esperamos que até março isso seja resolvido. A primeira parte que estava em reforma foi finalizada e já está em funcionamento. Terminando a segunda parte, tudo vai se unificar em um único hospital. O local pertencia a Faculdade de Medicina do Hospital das Clínicas, e eles concordam com a transferência para um Hospital Regional”, comenta o secretário sobre o Hospital Regional.
 
Farmácia e Santa Casa
 
Germann explicou que todo início de mês realiza visita a uma Farmácia de Alto Custo do Estado e o equipamento de Mogi das Cruzes foi escolhido para a primeira ação deste ano. 
 
“Encontramos a unidade com estoque em dia, mas isso não basta. Temos que melhorar a área física, os recursos humanos e o sistema de agendamento para otimização do atendimento aos pacientes”, explicou Germann, adiantando que o Estado deverá buscar um local mais adequado e espaçoso e também a adoção de um sistema de agendamento por celular para a retirada dos medicamentos.
 
Sobre a superlotação que levou à suspensão do atendimento da Maternidade da Santa Casa de Mogi das Cruzes, o secretário informou que a Diretoria Regional de Saúde disponibilizou três unidades de referência para atendimento às gestantes: Guaianazes, São Mateus e Ferraz de Vasconcelos. Uma ambulância da Cure 192 – Central de Urgências, Remoções e Emergências foi disponibilizada para atendimento 24 horas na unidade.
 
Desde quarta-feira (08/01), a Santa Casa suspendeu o atendimento da Maternidade em função da superlotação que levaram ao esgotamento da capacidade física e operacional. A unidade contava com 39 bebês no setor Neonatal, dos quais 19 em UTI (para 10 leitos), 20 nos setores intermediários (número de 15 leitos) e capacidade total de 25 leitos. Já a Maternidade estava com 59 gestantes para uma capacidade total de 38 leitos.
 
Outros assuntos também foram abordados, entre eles o reforço do pedido de aumento da oferta de consultas e exames de especialidades, como já foi oficializado no final do ano passado, durante encontro em São Paulo, e que resultou no envio da carreta da mamografia para Mogi das Cruzes, onde foram realizados cerca de 800 exames.
 
“Estamos buscando parceria com a iniciativa privada para a realização de uma nova fase do Corujão”, adiantou Germann.
Para o prefeito, a visita foi uma nova oportunidade de atualizar as principais pautas da cidade e do Alto Tietê. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias