Envie seu vídeo(11) 4745-6900
terça 13 de abril de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 11/04/2021
GrupoIndy
CENTRO MÉDICO
São Paulo Secretaria da Educação
Magic City
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Delegacia de Defesa da Mulher de Itaquá recebe última vistoria

Local contará com recepção, três baias de atendimento, setor de investigação, três cartórios e sala da delegada

Por de Itaquá01 MAR 2021 - 21h43
Equipe do cerimonial do Governo do Estado fez a última vistoria na delegaciaFoto: Milena Matos/Divulgação
A Secretaria da Mulher de Itaquá recebeu nesta segunda-feira (1) uma equipe do cerimonial do Governo do Estado para a última vistoria na sede da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), que será inaugurada na próxima segunda-feira (8).
 
A vistoria foi acompanhada pelo delegado Jair Barbosa Ortiz, da Seccional de Polícia de Mogi das Cruzes, pela Gislaine Aparecida Santianelli, delegada Divisionária de Polícia da Assistência Policial do Gabinete do Delegado Geral de Polícia, pela Jamila Jorge Ferraro, delegada da Delegacia de Polícia Coordenadora das DDMs do Estado de São Paulo, pela futura delegada titular da DDM de Itaquá, Luciana Amat, além da secretária de Desenvolvimento Social, Claudia Marzagão, e do prefeito Eduardo Boigues (PP).
 
A DDM contará com recepção, três baias de atendimento com escrivães, setor de investigação, três cartórios, sala da delegada, carceragem, brinquedoteca, além de uma Sala Lilás. O atendimento será de casos de violência contra a mulher, além de crianças, também vítimas de violência.
 
A inauguração será no próximo dia 8 de março por ser uma data com grande significado, mundialmente conhecida como o Dia Internacional da Mulher, pois marca a luta por melhores condições de trabalho e igualdade.
 
Para o prefeito Eduardo Boigues, a inauguração da DDM é uma vitória para as mulheres que ainda sofrem com a violência doméstica. "Ser atendida por outra mulher vai dar coragem e suporte para que, cada vez mais, mulheres denunciem seus agressores", pontua Boigues.
 
Atualmente, quem realiza o trabalho de acolhimento da mulher vítima de violência é a Secretaria da Mulher, que recebe as vítimas, faz a triagem, orienta e encaminha para a queixa-crime.
 
A secretária Hadla Issa reforçou que a Secretaria da Mulher e a DDM trabalharão em conjunto a fim de proporcionar melhor integração ao atendimento das vítimas.
 
"As mulheres vão continuar recebendo todo o respaldo da Secretaria da Mulher e se ainda assim precisarem de atendimento na delegacia, encaminharemos. Da mesma maneira, a vítima que registrou boletim de ocorrência poderá ser encaminhada para a Secretaria da Mulher e receber suporte ou ser encaminhada para o Desenvolvimento Social", pontuou.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias