Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 21 de janeiro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 17/01/2020
CENTRO MÉDICO
CENTRO ONCOLÓGICO
CENTERPLEX 16 A 22/01

EDP apresenta Operação Verão e investimento de R$ 40 milhões em 2019

Objetivo da Operação Verão é promover a integração entre a EDP São Paulo, Defesa Civil, Polícia Militar, Bombeiros, entre outros órgãos

Por Daniel Marques - da Região12 DEZ 2019 - 21h49
Diretor geral da EDP, Marney Antunes, disse que nos próximos quatro anos serão investidos R$ 2,5 bilhões em toda a área de concessão da EDP São PauloFoto: Regiane Bento/Divulgação
A EDP São Paulo apresentou, na manhã desta quinta-feira, 12, a Operação Verão 2019/2020, que se inicia em dezembro deste ano e termina no final de março de 2020. A distribuidora revelou ainda que investiu R$ 40 milhões em 2019 apenas no Alto Tietê. O evento aconteceu na Câmara de Poá.
 
Os valores foram investidos em expansão e modernização da rede elétrica, infraestrutura e atendimento aos consumidores. Para a Operação Verão, cerca de 900 dos 1,2 mil colaboradores da EDP serão mobilizados para reconstruir o sistema em toda a área de concessão em caso de necessidade.
 
O objetivo da Operação Verão é promover a integração entre a EDP São Paulo, Defesa Civil, Polícia Militar, Bombeiros, entre outros órgãos que atuam no período das chuvas e que são mais exigidos nesta época do ano.
 
"Existe hoje uma integração. O nosso Centro de Operação já conversa com Defesa Civil e Bombeiros, mas aqui as pessoas podem se conhecer pessoalmente, e isso facilita para uma tratativa em momentos onde a população se recolhe e nossas equipes vão para socorrer. É importante esse contato", conta o diretor geral da EDP, Marney Antunes.
 
Mais investimentos
 
O diretor diz que nos próximos quatro anos serão investidos R$ 2,5 bilhões em toda a área de concessão da EDP São Paulo, a fim de modernizar e automatizar a rede, deixando-a mais inteligente e restabelecendo mais rápido a rede de energia nos períodos chuvosos.
 
Para se ter ideia da diferença de investimento, nos últimos quatro anos, foi investido R$ 1 bilhão pela fornecedora na área de concessão em São Paulo. Ao todo, R$ 210 milhões foram investidos para combate às fraudes na rede, sendo 60% desses valores no Alto Tietê. 
 
"Tem uma série de motivos que levam a interrupção do fornecimento de energia, como descargas atmosféricas e fortes ventos que derrubam antenas e árvores na rede. Com a rede automatizada, o cliente fica mais satisfeito e seguro", afirma o diretor.
 
O prefeito de Poá, Gian Lopes (PL), que prestigiou o evento, disse que a reunião foi importante para que todos vissem os trabalhos que precisam ser feitos em cidades da região. "Todos apresentaram o que estão fazendo e o que pode ser feito. Levaremos como missão e meta, para aprimorar e melhorar os serviços para a população", disse.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias