Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 09 de agosto de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 08/08/2020
PMMC  VACINAÇÃO - SARAMPO
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC ECOTIETÊ
Pmmc Mutirão da Catarata

Faltando 4 meses para as eleições, Poá tem 13 nomes de pré-candidatos a prefeito

Vereadores, ex-secretários, políticos e até o atual vice-prefeito compõem lista de opções para o Executivo poaense

Por Daniel Marques - de Poá28 JUL 2020 - 05h00
Gian Lopes, Naco Fantasia, Pedro Viviani, Marcia Bin, Saulo Dentista, Ronaldo Florido, Mario Sumirê, Quintino, Nelson Bueno, Neno Ferrari, Azuir, Saulo Souza e Marquinhos IndaiáFoto: Cidão
O cenário eleitoral começa a tomar forma em Poá. Até o momento, a cidade conta com 13 possíveis pré-candidatos a prefeito da cidade. 
 
O número é expressivo, uma vez que, em Suzano, por exemplo, tem apenas oito participantes no pleito deste ano, marcado para os dias 15 (1° turno) e 29 de novembro (2° turno).
 
O DS conversou com políticos, vereadores e pré-candidatos da cidade, a fim de levantar os nomes que participarão da corrida eleitoral em Poá. 
 
Conforme apurou a reportagem, alguns nomes surgem como certos para a disputa, enquanto outros teriam se lançado para “tentar alianças” no futuro. Tem ainda pré-candidato que não foi citado por nenhum político da cidade, mas que confirmou ao DS que vai participar das eleições para prefeito. 
 
A extensa lista conta com políticos conhecidos dos poaenses, vereadores em atividade e pessoas que fizeram e ainda fazem parte da atual gestão. 
 
É praticamente certo que o prefeito Gian Lopes vai tentar a reeleição pelo PL. Todos os políticos consultados veem como confirmado o nome do atual chefe do Executivo na eleição.
 
Ele deve ter, pelo menos, 12 adversários. Um deles é seu próprio vice-prefeito, Marcos Ribeiro da Costa, o Marquinhos Indaiá, pelo Republicanos. 
 
Há quem acredite que ambos não romperam, mas a maior parte dos políticos consultados dá a pré-candidatura de Indaiá como certa. No último dia 19, inclusive, um candidato a vereador publicou um vídeo em uma rede social onde Marquinhos Indaiá aparece como pré-candidato a prefeito. O atual vice-prefeito de Gian Lopes reagiu com “palmas” na publicação.
 
Além deles, dois ex-secretários da atual gestão também confirmaram ao DS a pré-candidatura a prefeito de Poá: o ex-secretário de Turismo e de Assistência e Desenvolvimento Social, Ronaldo Florido, que vai sair pelo Patriota; e o ex-secretário de Cultura, Mario Sumirê, que disputará o pleito pelo PSD. O último, atualmente, ocupa cadeira na Câmara Municipal de Poá.
 
Desta mesma Câmara, vêm outros quatro vereadores para disputar a principal cadeira do Executivo poaense: Azuir Marcolino, pelo PTB; Willian Ferrari, o Neno Ferrari, pelo PSC; Saulo Teixeira Alberto da Costa, o Saulo Dentista, pelo DEM; e Saulo Souza, pelo Avante.
 
Elinaldo Pereira dos Santos, o Naco Fantasia, confirmou à reportagem que é pré-candidato a prefeito em Poá pelo Cidadania. Ele foi candidato a vereador pelo PPS em Poá em 2016 e tem feito constantes publicações em suas redes sociais sobre a futura disputa. 
 
Francisco Quintino, sócio proprietário da Quincolor Etiquetas e Rótulos, também será pré-candidato em Poá. Ele deve participar do pleito pelo PV. A informação foi confirmada pelo partido ao DS.
 
Tem também a Marcia Bin, esposa do ex-prefeito Testinha, que tentará disputar o pleito pelo PSDB. A informação foi confirmada à reportagem pela presidência do diretório tucano e pelo próprio Testinha. Segundo ambos, Marcia está elegível.
 
O pleito contará, ainda, com o professor Nelson Bueno, que disputará as eleições pelo PSOL. Ele tem feito várias publicações nas redes sociais afirmando que é pré-candidato e tem participado constantemente de lives com o diretório do partido em Poá.
 
O advogado Pedro Viviani, primeiro candidato do Alto Tietê ao governo do Estado, confirmou ao DS que tentará ser eleito o novo prefeito de Poá neste ano. O partido será o PMN, o mesmo que o lançou, em 2006, para disputar a cadeira de governador do Estado.
 
Além dos 13 candidatos já citados, é certo que o PSB lançará um candidato nestas eleições. Ainda não há confirmação, mas as chances de o ex-prefeito Carlos Roberto Marques entrar na disputa são grandes. 
 
De acordo com Aretha Marques, presidente do partido em Poá, um grupo de pessoas na cidade quer que o ex-prefeito ou alguém de sua família seja candidato nestas eleições. Ela, no entanto, diz que não há uma definição do partido ainda.
 
As eleições, inicialmente previstas para 4 e 25 de outubro, foram alteradas para 15 e 29 de novembro por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Segundo o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Poá conta, atualmente, com 93.853 eleitores.
 
Da esquerda para a direita: Gian Lopes, Marquinhos Indaiá, Ronaldo Florido, Mario Sumirê, Azuir Marcolino, Neno Ferrari, Saulo Dentista, Saulo Souza, Naco Fantasia, Francisco Quintino, Marcia Bin, Nelson Bueno e Pedro Viviani

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias