Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 27 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 26/09/2020
Pmmc Sarampo
ÚNICCO POÁ
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID SAÚDE

Fechamento da maternidade do Ipiranga deve impactar o Alto Tietê

16 JAN 2016 - 07h01

 O fechamento da maternidade do Hospital Ipiranga, em Mogi das Cruzes, deve impactar diretamente os serviços de outras maternidades da região. Esta é a opinião de Kátia Aparecida dos Santos, diretora regional do Sindicato dos Trabalhadores Públicos na Saúde do Estado de São Paulo (Sindsaúde).

Para ela, por mais que o público da maternidade Ipiranga seja, na maioria dos casos, de poder aquisitivo alto e façam os atendimentos por meio de convênios ou particular, ninguém irá para outra região fazer os exames de pré-natal e muito menos o parto. A opção, segundo ela, deve ser as maternidades dos hospitais públicos. "O fechamento (da maternidade) do Ipiranga em Mogi vai refletir em toda rede de maternidades do Alto Tietê. Nenhuma grávida vai fazer todos os procedimentos durante a gravidez em algum lugar distante só pela questão do convênio. Com certeza, grande parte da demanda vai optar pelo serviço público dentro da região", falou Kátia.

A diretora também destacou que essa não é uma situação nova para a saúde do Alto Tietê. Além do encerramento das atividades da maternidade do Ipiranga, desde 2010, duas unidades que atendiam gestantes foram fechadas em Suzano (Campos Salles e São Sebastião). A maternidade do Hospital Osíris Florindo Coelho, em Ferraz, também permaneceu sem atividades por aproximadamente um ano. "Esse é um problema antigo. A cada maternidade que fecha as portas, o problema se agrava. Toda a região sentiu quando as outras maternidades foram fechadas. A situação só irá melhorar com a construção de um Hospital Maternidade referência", disse Kátia.

A maternidade do Hospital Ipiranga, em Mogi das Cruzes, encerrou suas atividades ontem. Os atendimentos que eram feitos por lá foram transferidos para a maternidade do Hospital Ipiranga de Arujá, localizado na Avenida Melvin Jones, 90, no Centro da cidade. Os motivos que levaram ao fechamento da unidade de Mogi não foram divulgados pela Rede Ipiranga.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias