Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 25 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID SAÚDE
Pmmc Sarampo

Ferraz pode assumir conclusão das obras de casas na Vila São Paulo

17 FEV 2016 - 07h00

 Ferraz estuda assumir, com recursos próprios, a conclusão das 187 casas inacabadas na Avenida dos Autonomistas, na Vila São Paulo. Esta possibilidade ainda depende de um aval da Caixa Econômica Federal (CEF) e da disponibilidade financeira do município, mas já foi cogitada pelo prefeito em exercício José Izidro Neto (PMDB), durante reunião com os moradores da Rua Ernestina, no Jardim Bandeirantes, no final de semana.

Acompanhado da secretária de Habitação, Maria Aparecida Izidro Lameirinha, o prefeito ouviu as reivindicações dos moradores que rejeitam o Aluguel Social de R$ 250 para deixarem suas casas neste endereço. Aproximadamente 48 famílias moram nesta ocupação.

Já para reiniciar as obras de conclusão das casas na Vila São Paulo, que têm dois pavimentos, a Prefeitura de Ferraz tentou fazer a migração de programa social. Quando o governo federal liberou os primeiros recursos financeiros para o início das construções, em 2007, o projeto pertencia ao Morar Bem I, financiado pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Entretanto, as obras foram paralisadas em 2010 e, desde então, não foram enviados mais recursos para Ferraz, sendo o caso questionado pela Coordenadoria Geral da União (CGU).

“Vamos tentar assumir as dívidas daquelas casas, fazer novas planilhas para saber o que falta para terminá-las e ver se nos comprometemos a fazer isso com recursos municipais”, afirmou o prefeito, que acompanha o assunto desde quando foi secretário de Habitação e viajou diversas vezes a Brasília para tentar solucionar o impasse envolvendo estas moradias da Vila São Paulo.

Se as casas já estivessem prontas, os moradores da Rua Ernestina poderiam ser transferidos imediatamente para a Vila São Paulo. “Vamos fazer de tudo para terminarmos as moradias com recursos próprios”, disse a secretária de Habitação, Cida Izidro.

Para a moradora Adelice Alves Costa, que é líder do bairro, alguma definição precisa ser dada imediatamente. “Não podemos ficar neste sofrimento, mas também não vamos sair daqui por R$ 250. Onde vamos conseguir alugar uma casa por este valor?”, afirmou ela.

Durante a reunião, os moradores também fizeram outras reivindicações como a limpeza do córrego que corta as casas, que já havia sido realizada, mas não teria ficado a contento deles e algumas casas encheram. A Prefeitura de Ferraz fará nova limpeza na área tão logo as máquinas fará nova limpeza na área.

Depois que os moradores forem transferidos da Rua Ernestina para a Vila São Paulo, a área que é de alagamento terá suas margens recompostas.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias