Envie seu vídeo(11) 4745-6900
sábado 27 de fevereiro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 26/02/2021
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
CENTRO MÉDICO
GrupoIndy

Filló e Armando da Farmácia têm candidaturas rejeitadas na região

04 SET 2016 - 08h00

A Justiça Eleitoral rejeitou as candidaturas de Acir Filló, em Ferraz de Vasconcelos, e de Armando Tavares Filho (PR), o Armando da Farmácia, em Itaquaquecetuba. Os prefeituráveis podem recorrer. Até ontem, quatro candidaturas a prefeito haviam sido indeferidas nas cinco principais cidades da região. As outras duas também são de Ferraz de Vasconcelos: de Aurélio Costa de Oliveira (PPS), o Aurélio Alegrete, e de Célio Santos (PT).

A decisão de rejeição à candidatura de Filló foi tomada pelo juiz de Ferraz, Paulo Eduardo de Almeida Chaves Marsiglia. Os motivos alegados por ele é de que o concorrente às eleições deste ano não está filiado a nenhum partido e também não foi escolhido em convenção partidária, conforme obriga a Lei Eleitoral. Com a decisão, a chapa de Filló fica impugnada, o que também inclui seu vice, Leandro Romano do Nascimento. O prazo de recurso de Filló termina na próxima quarta-feira.

Procurado pelo DS, o candidato afirmou que vai recorrer da sentença e que acredita que conseguirá reverter a situação por conta da trajetória política dele no PSDB. "O fato de estar indeferida não significa que está inapto. É por conta da falta de documento, que estarei providenciando e estarei apto para a eleição. Em segunda instância estarei com todos os documentos", explicou Filló.

Apesar de o juiz declarar na decisão que o candidato não está filiado, ele alega que a situação é apenas um desentendimento dentro do partido tucano."Eu ainda continuo como filiado". Ele afirma que foi excluído de forma ilegal do partido, mas que recorreu no diretório nacional. O recurso está sendo analisado e, de acordo com ele, a resposta sairá em uma semana. Com relação à convenção partidária, Filló afirma que a documentação foi protocolada no cartório e que a situação também será resolvida.

ARMANDO DA FARMÁCIA

Assim como no caso de Filló, a decisão pelo indeferimento da candidatura de Armando da Farmácia foi tomada na última sexta-feira. A conclusão foi feita pelo juiz de Itaquá, Marcos Augusto Barbosa dos Reis. Segundo o cartório eleitoral da cidade, a decisão será publicada na unidade nos próximos dias. Após a publicação, o candidato tem três dias para recorrer. Armando da Farmácia teve a candidatura considerada irregular por conta da Lei Ficha Limpa, criada em 2010. A reportagem procurou o candidato para falar sobre o assunto, mas ele não foi encontrado até o fechamento da edição.

Além de Armando da Farmácia, a Justiça Eleitoral de Itaquá já julgou mais quatro candidaturas, porém todas foram deferidas. Entre elas, a do delegado Eduardo Boigues (PT do B) e de Roque Levi dos Santos Tavares (PSD), o Dr. Roque.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias