Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 31 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 31/10/2020
Pmmc Sarampo Outubro
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pms Coronavírus - Fase Verde
PMMC COVID VERDE

Fundo Social lança campanha em prol de famílias desalojadas pelas chuvas

14 JAN 2016 - 07h01

 Solidariedade: um ato de amor. Com este lema, o Fundo Social de Solidariedade de Ferraz de Vasconcelos, presidido pela primeira-dama e presidente do órgão, Vera Angela de Souza Izidro, quer movimentar toda a sociedade civil e o empresariado numa campanha de ajuda às famílias desalojadas pelas chuvas na cidade.

A meta é sensibilizar a população a doar colchões, cobertores, produtos de higiene, fraldas, roupas, alimentos não perecíveis e até brinquedos. O material a ser doado não precisa ser novo, mas o ideal é que esteja em bom estado de conservação. "Ajudar o próximo num momento de dificuldade como este faz muito bem, aquece a alma e nos torna muito mais solidários", afirmou a presidente e primeira-dama.

As doações poderão ser feitas diretamente na sede da Promoção Social, na Rua Santa Catarina, 206, no Centro. E quem tiver, por acaso uma grande quantidade de material a ser doado, mas não tiver meios para levá-los, os técnicos poderão retirar no endereço indicado mediante prévio agendamento. Mais informações podem ser obtidas diretamente nos telefones: 4679-5586 ou 4674-1393.

A campanha lançada ontem marca o primeiro ato oficial do Fundo Social, presidido nesta nova gestão por Vera Izidro. A sugestão da campanha foi prontamente apoiada pelo prefeito em exercício José Izidro Neto (PMDB), que deu aval para que o lançamento ocorresse ontem mesmo envolvendo todo o município e as secretarias que trabalham interligadas com o Fundo Social e a Promoção Social.

Promoção Social

A Prefeitura de Ferraz já vem fazendo o trabalho de assistência às famílias desalojadas com a doação de cestas básicas, colchões e cobertores. Uma reserva de 100 colchões e cestas básicas já foi utilizada emergencialmente. Outras 300 cestas básicas e 200 colchões estão sendo comprados para serem distribuídos até a próxima semana.

Os técnicos das unidades do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) já iniciaram os trabalhos de visita nas casas e cadastramento das famílias prejudicadas com as chuvas. O número de famílias cadastradas deve ser divulgado em breve. Todas elas serão atendidas por programas sociais, mas cada caso está sendo avaliado.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias