Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 09 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 07/12/2019
CENTRO ONCOLÓGICO
Poá

Gian anuncia redução de 40% do salário e pede corte de 6 vereadores

Medida vai gerar economia de R$ 24 mi em 10 anos, que será investido nas áreas da educação, saúde e segurança

Por Lucas Lima - de Poá14 NOV 2019 - 05h00
Gian anuncia redução de 40% do salário e pede corte de 6 vereadoresFoto: Julien Pereira/Divulgação
O prefeito de Poá, Gian Lopes (PL), pediu, à Câmara Municipal, a redução de seis cadeiras de vereadores passando de 17 para 11. Ele anunciou, na noite de ontem, a redução de 40% do próprio salário e também da remuneração do vice-prefeito, Marcos Ribeiro da Costa, o Marquinhos Indaiá, e dos secretários municipais. De acordo com o chefe do Poder Executivo, a medida vai gerar uma economia de R$ 24 milhões em dez anos, que será investido nas áreas da educação, saúde e segurança. A informação foi divulgada, na noite desta quarta-feira (13), na página do Facebook do prefeito.
 
Em vídeo, Gian Lopes explica que o próprio salário terá uma redução de 40%. Ele também afirma que o salário do vice-prefeito e dos secretários municipais também serão reduzidos. "É uma importante ação que a Câmara tem que tomar nos próximos dias". O prefeito frisa que, em 10 anos, será gerado uma economia de R$ 9 milhões para os cofres públicos.
 
Por outro lado, para Câmara de Poá, o presidente e vereador David de Araújo Campos, o Tio Deivão, disse que da Casa de Leis será gerado uma economia de R$ 15 milhões durante o mesmo período. "Muito importante a redução de 17 para 11 vereadores. Vou conversar pessoalmente com cada parlamentar e peço a colaboração de todos para que isso ande e atenda o anseio da população".
 
Para finalizar, Gian Lopes fala que o pedido foi realizado para a Câmara, que deve apresentar um projeto de resolução. "Caso já possa fazer essa redução, que faça de imediato. Caso a lei não permita, que faça para o próximo mandato. O importante é gerar economia para poder investir em educação, saúde, segurança etc", completa o prefeito.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias