Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 09 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 07/12/2019
CENTRO ONCOLÓGICO

Gian Lopes inicia legalização de 120 áreas no Jardim Emília

Segundo a Prefeitura, a expectativa é de regularizar outras áreas no Jardim América, Vila São Francisco e outros

Por de Poá25 NOV 2019 - 19h06
Administração municipal conseguiu junto à Secretaria de Estado da Habitação autorização para o andamento da legalização, por meio do Programa Cidade LegalFoto: Divulgação/Departamento de Comunicação de Poá
O prefeito de Poá, Gian Lopes, esteve na manhã desta segunda-feira (25) no Jardim Emília para dar andamento ao processo de regularização fundiária (120 lotes). A administração municipal conseguiu junto à Secretaria de Estado da Habitação autorização para o andamento da legalização, por meio do Programa Cidade Legal. Acompanharam os trabalhos o secretário de Obras, Augusto de Jesus e o assessor técnico do Departamento de Habitação, Cícero de Almeida e técnicos do órgão.
 
“Estou aqui na rua Piraquara, no Jardim Emília, para avançarmos com o processo de regularização fundiária de 120 residências. Volto a reforçar que quando realizamos a regularização possibilitamos ao munícipe a oportunidade dele praticar atos legais relativos ao seu imóvel e isso é um ganho imenso para ele”, disse Gian Lopes.
 
O assessor técnico do Departamento de Habitação, Cícero de Almeida, ressaltou que as equipes estão fazendo o levantamento topográfico do Jardim Emília. “Essa documentação nós vamos juntar no processo para encaminhar para o Cartório de Registro de Imóveis. Esse foi um pedido do presidente da Câmara, Tio Deivão, e que agora está sendo atendido”.
 
O secretário de Obras, Augusto de Jesus, disse ser importante reforçar a todos os moradores que esse levantamento topográfico em alguns casos vai precisar reunir alguns detalhes específicos e a equipe que realiza o trabalho precisará entrar em algumas residências. “Então eu peço aos moradores que colaborem com o trabalho para encerramos esse processo o mais rápido possível”.
 
A regularização de áreas da cidade é uma política pública defendida pela gestão, já que é uma forma de assegurar o direito à cidade e a plenitude da cidadania dos moradores. O assessor técnico do Departamento de Habitação, Cícero de Almeida, acrescentou que a legalização do Jardim América (197 lotes) e da Vila São Francisco
(aproximadamente 700 lotes) também está sendo acelerada.
 
“Importante registrar, também, que na Vila Eureka são mais de 800 lotes que já estão passando pelo processo de regularização e aproximadamente 4.000 pessoas serão beneficiadas com o trabalho do Departamento de Habitação. E em breve realizaremos a entrega de 260 títulos e manteremos o trabalho para entregar o restante”, concluiu Almeida.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias