Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 30 de março de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 28/03/2020
CENTRO ONCOLÓGICO
Secretaria de Estado da Saúde Campanha Coronavirus
COVID
CENTRO MÉDICO

Grande São Paulo não tem risco de desabastecimento, diz Faesp

Entidades de classe constituem Rede de Inteligência com a Ceagesp, visando contribuir para manutenção do abastecimento

Por de São Paulo23 MAR 2020 - 15h47
Ceagesp abastece supermercados e feiras do Alto TietêFoto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O entreposto da Ceagesp na Vila Leopoldina, na capital paulista, está funcionando a pleno ritmo, mantendo fluxo regular nas atividades dos produtores e comerciantes atacadistas de hortifrutigranjeiros, bem como na comercialização dos produtos para os varejistas. "Por isso, não há risco de desabastecimento". A informação é de Tirso de Salles Meirelles, presidente do Sebrae-SP e vice-presidente da Faesp (Federação da Agricultura do Estado de São Paulo) e do Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural). 

No dia 19 de março, o líder classista reuniu-se com o presidente da Ceagesp, Jhonni Hunter Nogueira, para avaliar a questão, considerando a importância da oferta de alimentos neste momento de luta contra a pandemia do novo coronavírus. "No encontro, constituímos Rede de Inteligência para monitorar ininterruptamente as questões de abastecimento e, se necessário, adotar medidas para manter a cadeia de suprimentos", revelou Meirelles, acrescentando: são 12 mil produtores rurais e mil feiras livres operando normalmente e sendo monitorados. Felizmente, movimento está normal". 

Portanto, as pessoas e as famílias devem ficar calmas, porque não faltará comida na Grande São Paulo. Não há necessidade de corrida aos supermercados. Existe toda uma mobilização para que não ocorra desabastecimento, enfatiza o dirigente da Faesp, do Senar e do Sebrae-SP. Esta entidade participa diretamente da ação, considerando seu trabalho no âmbito das pequenas e médias empresas, dentre as quais há numerosos varejistas de hortifrutigranjeiros, inclusive feirantes. 

"Firmamos um importante compromisso com a Ceagesp para atuar de maneira integrada e adotar medidas eficazes e rápidas, caso necessário, para mitigar os efeitos da pandemia sobre o prioritário abastecimento de alimentos", afirmou Meirelles

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias