Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Logo de aniversário de 60 anos
quarta 16 de junho de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 16/06/2021
GrupoIndy
Brainer Ocupacional
EDP SEGURANÇA
Região

Grupo realiza ato para reivindicar reabertura de enfermaria psiquiátrica do Hospital Regional de Ferraz

Secretaria de Saúde do Estado informou que o espaço deve reabrir até o fim deste semestre

Por Lucas Lima - de Ferraz16 MAI 2021 - 16h16
Ato ocorreu em frente ao Hospital Regional de FerrazFoto: Regiane Bento/DS

Um grupo de aproximadamente 15 pessoas, entre eles integrantes do Fórum de Saúde Mental do Alto Tietê e pacientes, realizou um ato para reivindicar a reabertura da ala de enfermaria psiquiátrica do Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos. O protesto ocorreu na manhã deste domingo (16) em frente a unidade de saúde. A Secretaria de Saúde do Estado informou que o espaço deve reabrir até o fim deste semestre.

De acordo com o grupo de protestantes, a enfermaria psiquiátrica do hospital está fechada desde 2014. Eles disseram que uma reforma estava programa no espaço. No entanto, a obra não foi concluída e a ala não foi reaberta. A Secretaria de Saúde do Estado esclareceu que a reforma da ala psiquiátrica do Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos está em fase de conclusão, prevista para este semestre. Além disso, a pasta destacou que o Governo de São Paulo está investindo R$ 7,4 milhões para as obras em curso. 

O psicólogo Rubens Milano, um dos integrantes do grupo, comentou que pacientes de Suzano, Poá e Ferraz de Vasconcelos foram prejudicados com o fechamento da enfermaria psiquiátrica. “Atualmente, quando um paciente tem um problema psiquiátrico, ele é encaminhado até o hospital. Lá ele recebe um pronto atendimento, mas não fica internado, o que seria o mais correto. Agora, recebem alta e vão para casa. Depois voltam com um quadro pior”, explicou.

A Secretaria de Saúde do Estado disse que os pacientes que ingressam na Unidade apresentando quadro psiquiátrico passam por atendimento no Pronto Socorro, são mantidos em observação e se houver necessidade de internação são cadastrados no sistema da Central de Regulação e Oferta de Serviços de Saúde (Cross) para transferência a serviços de referência.

O ato deste domingo (16) ocorreu entre 10h30 às 12 horas deste domingo. Todos os manifestantes estavam de mascará em relação ao combate ao novo coronavírus (Covid-19).

 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias