Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 12 de dezembro de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 11/12/2018
PMMC DEZEMBRO - SALA DO EMPREENDEDOR
PMMC BAZAR SOLIDARIO 2018
MRV DEZEMBRO - 13º EM DOBRO
Em Mogi

Grupos prioritários devem ser vacinados contra a gripe até sexta-feira

Por enquanto, nenhum grupo prioritário atingiu a meta. Os idosos estão com a melhor cobertura: 82,49%

Por de Mogi13 JUN 2018 - 16h09
Por enquanto, nenhum grupo prioritário atingiu a meta. Os idosos estão com a melhor cobertura: 82,49%Foto: Guilherme Berti/PMMC

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe termina nesta sexta-feira (15), mas Mogi das Cruzes ainda precisa vacinar mais de 30 mil pessoas dos grupos prioritários. Segundo dados registrados pela Secretaria Municipal de Saúde, das 111.908 pessoas que fazem parte do público-alvo na cidade, 69.644 foram imunizadas até o dia 5, o que representa 62,23% do total. A meta preconizada pelo Ministério da Saúde é atingir 90% de imunização, ou seja, 100 mil pessoas na cidade.

Por enquanto, nenhum grupo prioritário atingiu a meta. Os idosos estão com a melhor cobertura: 82,49%. Na sequência estão os professores (76,79%), trabalhadores da saúde (69,78%) e puérperas (63,90%). As crianças estão com os menores índices de coberturas, uma média de 34%, seguidas dos portadores de doenças crônicas (47,38%) e das gestantes (47,84%).

Na semana passada, Mogi das Cruzes recebeu a confirmação do primeiro óbito por H1N1. A vítima era um homem de 57 anos, portador de doença crônica que não havia sido vacinado. Outros quatro casos da doença foram confirmados neste ano, sem novos óbitos, até o momento. Entre eles está uma mulher portadora de diabetes que tomou a vacina um dia antes do início dos sintomas e três crianças menores de dois anos. Duas destas crianças seguem internadas.

“Infelizmente, estamos com a menor cobertura entre as crianças, que estão entre os grupos mais vulneráveis para a doença. Pais, avós ou responsáveis precisam levar suas crianças à unidade de saúde e garantir a proteção necessária”, alerta o secretário municipal de Saúde, Téo Cusatis. A vacina contra gripe fornecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é trivalente e protege contra os vírus influenza A (H1N1 e H3N2) e influenza B (subtipo Brisbane).

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias