Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 24 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/09/2020
Pmmc Sarampo
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Idosos de Mogi podem voltar a usar Cartão Conforto a partir desta quinta-feira

Informação foi compartilhada pelo prefeito Marcus Melo (PSDB) em rede social; cartão foi ‘congelado’ em março

Por de Mogi16 SET 2020 - 21h23
Idosos podem voltar a usar o Cartão Conforto em MogiFoto: Ney Sarmento/PMMC
O Cartão Conforto, serviço destinado aos idosos de Mogi das Cruzes, será liberado nesta quinta-feira (17), após cinco meses ‘bloqueado’. O serviço é usado por idosos acima de 65 anos e concede gratuidade nas passagens do transporte público municipal.
 
A informação foi compartilhada na última terça-feira (15) pelo prefeito Marcus Melo (PSDB) em vídeo publicado na rede social.
 
O serviço foi congelado no final de março, com base no decreto n.º 64.881, de 22 de março, que decretou a quarentena no Estado.
 
No vídeo publicado pelo prefeito, Melo pede para que todos mantenham os cuidados pessoais, pois “o vírus ainda circula pela cidade”.
 
“O Cartão Conforto havia sido bloqueado por conta da pandemia, para segurança do próprios idosos. Com o retorno das atividades econômicas e a diminuição dos índices da doença, decidimos autorizar a utilização, de novo, do cartão, para dar mais comodidade aos passageiros. Já nessa semana ampliamos o número de itinerários na cidade. Mas atenção, continua a recomendação, principalmente para os idosos: só saia de casa por necessidade. Os números até podem ter reduzido, mas o vírus continua circulando e todo cuidado deve ser tomado”, disse o prefeito no vídeo.
 
Paralisação
 
Conforme reportagem publicada pelo DS no dia 19 de março, após reunião dos prefeitos do Alto Tietê, ficou acertado a redução da frota de veículos do transporte público.
 
Naquela época, na semana de 16 a 20 de março, a região teve aumento de 361% de casos suspeitos de Covid-19.
 
A redução na época foi definida por cada cidade, de acordo com a sua necessidade. Em Guarulhos, por exemplo, 30% da frota deixou de circular já no dia 16 de março. Em Mogi das Cruzes, a cidade adotou o horário de férias, com maior intervalo entre as viagens fora dos períodos de pico. Nos municípios atendidos apenas por linhas intermunicipais, como Salesópolis, a decisão ficou a cargo do Estado.
 
As linhas da EMTU foram reduzidas também. Em abril, a empresa decidiu reduzir devido a pandemia.
 
A linha 26 que liga Poá a São Paulo; 480 que liga Arujá a Poá; 836 que liga Suzano a Itaquaquecetuba e 526 que liga Guararema a Mogi das Cruzes foram reduzidas.
 
A EMTU informou que a medida foi adotada porque as empresas perceberam que essas linha estavam com uma média de cinco passageiros por dia.
 
Durante a quarentena mais rigorosa o número de passageiros que utilizam os trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) por uma das 12 estações do Alto Tietê caiu 73% desde o início da quarentena. Os dados são da Secretaria Estadual dos Transportes Metropolitanos (STM) de São Paulo.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias