Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 22 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/10/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC OUT ROSA
PMMC MULTI 2020
SOUZA ARAUJO
ÚNICCO POÁ

Interligação entre os sistemas Rio Grande e Alto Tietê é inaugurada

01 OUT 2015 - 08h01

 A interligação entre os sistemas Rio Grande e Alto Tietê, que vai transferir quatro mil litros de água por segundo ao longo de 22 km, foi inaugurada ontem, em Ribeirão Pires, pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB). O bombeamento será responsável por aumentar a capacidade de integração do sistema de abastecimento da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Também participaram do evento o secretário estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, Benedito Braga, e o presidente da Sabesp, Jerson Kelman.

Com investimento de R$ 130 milhões, a obra é formada por quatro bombas com capacidade para empurrar a água 80 metros acima, superando o relevo acidentado que divide o ABC (onde fica o Sistema Rio Grande) até sua chegada à estação de tratamento em Suzano. Duas adutoras paralelas, cada uma com diâmetro de 1,2 mil milímetros, vão levar a água por 10,5 km até o córrego Taiaçupeba-Mirim. Por esse curso d'água o volume avançará mais 11,5 km, chegando à Represa Taiaçupeba, onde fica a estação de tratamento de água do Alto Tietê.

Para que a água seja transferida de uma represa para a outra, a Sabesp instalou 12 geradores. Cada gerador tem potência de 1,63 MVA, o que equivale a 1,6 mil cavalos. Foram instaladas quatro bombas dentro da represa, que vão transferir a água até a margem, onde outras quatro bombas vão empurrar o volume ao longo de 10,5 km de tubos, superando até 80 metros de subida para transpor os morros.

O bombeamento será de 24 horas, dependendo das condições da represa. Haverá controle automatizado dos níveis dos rios, tanto na captação como na descarga, respeitando padrões mínimos e máximos.

O Sistema Rio Grande está com mais de 85% de armazenamento de água.

Para aproveitar esse estoque, a Sabesp vai bombear para o Sistema Alto Tietê que, por sua vez, tem grande capacidade de tratamento - 15 mil litros por segundo -, porém suas represas estão com nível mais baixo, com 15% da capacidade. Esse índice leva em conta um volume morto, acrescentado no ano passado.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias