Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Logo de aniversário de 60 anos
sexta 07 de maio de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 07/05/2021
CLUDE DS DIA DAS MÃES
 SP EDUCAÇÃO - SAC_210326-001 - CORONAVIRUS - VACINACAO PROFISSIONAIS
GrupoIndy
CHECK UP - PÓS COVID
Região

Itaquá vai economizar mais de R$ 1 milhão por ano com aluguel

Com os novos contratos, a variação foi de 10 a 61% de redução

Por de Itaquá19 ABR 2021 - 17h02
Itaquá vai economizar mais de R$ 1 milhão por ano com aluguelFoto: Millena Matos/Divulgação

A Prefeitura de Itaquaquecetuba já economizou mais R$ 100 mil em contratos de aluguel, após a renegociação dos valores com os locatários. Com os novos contratos, a variação foi de 10 a 61% de redução, gerando uma grande economia aos cofres públicos.

As locações abrigam diversas secretarias e os valores de contratos giravam em torno de R$ 51 mil, com os descontos, hoje estão em cerca de R$ 31 mil. Por mês, a despesa era fixada em R$ 471.423,00, mas graças aos ajustes, esse valor passou para R$ 119.141,15.

A estimativa é de que, a diferença ao ano chegue à marca de R$ 1.5 milhão em economia. Com a contenção, a Prefeitura pode investir em outros setores que demanda urgências como a área de saúde, por exemplo. As Secretarias da Educação, Desenvolvimento Social e Segurança, por exemplo, tiveram redução nas casas que abrigam seus respectivos serviços, que dão, em média, quase R$85 mil a menos após esta moderação.

Além disso, hoje a prefeitura abriga um prédio capaz de suportar diversas secretarias, mas por conta do abandono do prédio público em gestões passadas, houve uma série de contratos de aluguéis, gerando despesas que poderiam ser contidas por meio de manutenção predial periódicas.

Para o prefeito Eduardo Boigues, a renegociação de valores dos aluguéis é sinônimo de respeito com o dinheiro da população. “A população de Itaquaquecetuba merece respeito. É muito importante cuidar com responsabilidade do dinheiro público. Com essa economia pudemos investir em áreas importantes”, explica Eduardo.

Já o secretário de Governo, Marcello Barbosa, explica o quanto é necessário economizar, sobretudo em tempos de pandemia. “Os locatários entenderam que é uma necessidade reduzir custos, uma maneira de conseguir um maior investimento sem a necessidade de verbas extras, já que estamos contendo gastos por causa da crise econômica que nosso país vive e, que foi agravado pela pandemia”, detalha Barbosa.

Para o secretário de Finanças e Contabilidade, Mário Toyama, estas reduções são significativas para a Administração Pública. “É importante economizar, tendo em vista que a Prefeitura tem vários prédios na cidade, economizando vai sobrar recursos para outras demandas”, relata Toyama.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias