Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 17 de junho de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 15/06/2019
PMMC UPA JUNDIAPEBA
PMMC JUNHO VERDE
CENTERPLEX 13 A 19/06
PMMC AGASALHO

‘Janeiro Roxo’: SAE de Poá promove conscientização sobre a hanseníase

Ministério da Saúde instituiu o mês de janeiro e a cor roxa para conscientização sobre a hanseníase

Por de Poá11 JAN 2019 - 23h52
Tratamento é gratuito em todo o território nacional e, em 2017, o Ministério da Saúde instituiu janeiro e a cor roxa para conscientização sobre a hanseníaseFoto: Flavio Aquino/Secom Poá
O Serviço de Assistência Especializada (SAE) de Poá, buscando realizar o diagnóstico precoce da hanseníase, irá realizar a capacitação dos agentes comunitários de saúde (ACS) do município nos dias 23 e 24 de janeiro, proporcionando conhecimento dos sinais e sintomas. Com isso, os profissionais poderão diagnosticar a doença durante as visitas domiciliares.
 
“Sabemos que muitas vezes são estes os profissionais que escutam as primeiras queixas do munícipe. Então nossos agentes poderão orientar o paciente e assim dar ao mesmo a oportunidade de ser tratado precocemente”, explicou o vice-prefeito e secretário de Saúde, Marcos Ribeiro da Costa, o Marquinhos Indaiá. 
 
Hanseníase
 
O tratamento é gratuito em todo o território nacional e, em 2017, o Ministério da Saúde instituiu o mês de janeiro e a cor roxa para conscientização sobre a hanseníase. 
 
Os principais sinais da doença são manchas esbranquiçadas ou avermelhadas na pele, alteração ou perda da sensibilidade ao calor, frio, dor e ao toque. 
 
O doente de hanseníase também pode ter áreas de dormência e sensação de formigamento e fisgadas no corpo, além de diminuição da força muscular, podendo apresentar dificuldade para segurar objetos.
 
A doença pode provocar o surgimento de caroços e placas em qualquer local do corpo e diminuição da força muscular. A hanseníase é uma doença infecciosa e se for diagnosticada a tempo, as sequelas podem ser controladas e o paciente terá uma vida normal.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias