Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 27 de novembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/11/2020
ESTELAR IMÓVEIS
PMMC MULTI 2020 NOV
PMMC NOVEMBRO AZUL
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Maioria dos motoristas mortos no Alto Tietê tem entre 18 e 34 anos

Dados são referentes ao meses de janeiro a outobro de 2020; até o momento região tem 110 mortes no trânsito

Por Fernando Barreto - da Região19 NOV 2020 - 22h11
Maioria dos motoristas mortos tem entre 18 e 34 anosFoto: Isabela Oliveira/DS
As cinco principais cidades do Alto Tietê contabilizam 110 mortes no trânsito em 2020, onde 58 vítimas eram motoristas. Dessas vítimas, 32, ou 55%, tinham entre 18 e 34 anos. 
 
Outros 17 motoristas, ou 29%, das 58 vítimas, tinham entre 35 e 49 anos. Por fim, 8 mortes, ou 13%, possuíam 50 anos ou mais.
 
Os dados são do Detran-SP em parceria com o programa Respeito à Vida. O levantamento geral da pesquisa aponta que os motoristas mais velhos, a partir de 50 anos, dirigem com mais cuidado.
 
Suzano
 
Em Suzano os dados apontam que foram registradas 25 mortes no trânsito. Desses, 12 eram motoristas. 
 
Desse número de motoristas mortos, 7, ou 58%, tinha entre 18 e 34 anos de idade. Outros 4 mortos, ou 33%, tinham entre 35 e 49 anos. E um motorista, dentre as vítimas, fatais tinha 50 anos ou mais.
 
Demais cidades
 
Entre as outras quatro principais cidades do Alto Tietê, Mogi das Cruzes aparece com 51 mortes em 2020 no trânsito. São 30 motoristas como vítimas fatais. Desse total, 15 mortes, ou 50%, tinham entre 18 e 34 anos. Outros 10, ou 33%, possuíam entre 35 e 49 anos. Quatro mortos tinham mias de 50 anos.
 
Itaquá aparece na sequência com 27 mortes em 2020. Desses, 11 eram motoristas, sendo seis vítimas, ou 54% do total, com idade entre 18 e 34 anos. Outras dois motoristas tinham entre 35 e 49 anos e três tinham mais de 50 anos.
Ferraz de Vasconcelos aparece com seis mortes em 2020, sendo cinco motoristas. Desse total quatro tinham entre 18 e 34 anos. E um morto com idade entre 35 e 49 anos. Não foram registradas vítimas com mais de 50 anos.
 
Poá aparece por último, com uma morte neste ano. A única morte não foi um motorista.
 
Estado
 
O levantamento realizado pelo Detran aponta que habilitados com mais de 50 anos de idade se envolvem 2,4 vezes menos em ocorrências que vitimam condutores na comparação com jovens entre 18 e 34 anos. A análise tem como base os novos números do Infosiga SP, que apontam ainda redução de 9% nas fatalidades de trânsito na Região Metropolitana, em outubro.
 
“O comportamento humano é o principal fator de risco no trânsito. Pessoas mais experientes tendem a assumir menos riscos, e isso se reflete nas estatísticas de acidentes e de infrações. A prudência é um valor que precisa ser assimilado também pelos mais jovens, público que é alvo constante das nossas campanhas de conscientização”, afirma o presidente do Detran.SP, Ernesto Mascellani Neto.
 
Das 25 milhões de habilitações do Estado, 28% são condutores com idade entre 18 e 34 anos. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias