Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 09 de agosto de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 08/08/2020
Pmmc Mutirão da Catarata
PMMC ECOTIETÊ
PMMC  VACINAÇÃO - SARAMPO
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Nenhum pedestre é multado por não usar máscaras no Alto Tietê

Medida anunciada pelo governador João Doria prevê punição de R$ 524 para quem for flagrado sem o adereço

Por Marcus Pontes - da Região20 JUL 2020 - 23h45
Exigência de uso das máscaras veio do governo do EstadoFoto: Regiane Bento/Divulgação
Mesmo com a medida em vigor há cerca de 20 dias, as prefeituras do Alto Tietê não emitiram multas às pessoas flagradas andando sem máscara em áreas públicas. A punição, que varia entre R$ 524 para pessoas e R$ 5 mil a estabelecimentos, foi anunciada pelo governador João Doria (PSDB). 
 
Se por um lado nenhuma multa foi dada às pessoas que desrespeitarem o uso obrigatório de máscaras, as prefeituras da região estão reforçando as ações de conscientização sobre a utilização do adereço, especialmente agora em que as dez cidades do Alto Tietê encontram-se na fase Amarela, do Plano São Paulo de Retomada Consciente.
 
Ao DS, as prefeituras da região reforçaram as ações desenvolvidas para conscientizar a população sobre o uso obrigatório da máscara. Em Poá, por exemplo, a municipalidade disse estar realizando a aferição da temperatura e oxigênio, em diversos bairros, para orientar a população. E que tem feito a distribuição gratuita de máscaras e álcool em gel às pessoas sem condição financeira para adquirir tais produtos. 
 
A Prefeitura de Guararema tem realizado uma ação de conscientização sobre o uso da máscara, seja nas ruas ou comércios existentes no município. Em Arujá, as orientações estão sendo feitas por equipes de segurança. 
 
Em Ferraz, porém, a Vigilância Sanitária expediu 240 determinações técnicas, com o objetivo de cadastrar pessoas flagradas sem o uso das máscaras. A ideia é identificar possíveis reincidências no futuro, além de ser uma medida para não gerar multa, especialmente neste período de pandemia no qual agradou o orçamento financeiro de muitas pessoas. 
 
"Já segundo a Guarda Civil Municipal (GCM), nenhuma infração neste sentido foi registrada, mas apenas em relação a estabelecimentos. Vale destacar que a corporação realiza um trabalho intenso de orientação com o objetivo de conscientizar sobre a importância da máscara, sua obrigatoriedade e ainda a multa que pode ser gerada", explicou o governo ferrazense em nota.
 
Em Suzano, a Prefeitura já havia confirmado de que, a princípio, não iria emitir multas às pessoas flagradas sem máscara. O município segue realizando ações de conscientização sobre o uso obrigatório no transporte público e em locais públicos. "O trabalho está sendo feito pelos agentes de fiscalização do município, em parceria com outras pastas municipais, como as pastas de Saúde, Transporte e Mobilidade Urbana, Segurança Cidadã, entre outras".
 
Mogi das Cruzes é o maior município da região. É, ainda, a cidade mais afetada pelo novo coronavírus. Um balanço atualizado está sexta-feira, 17, apontou que 3.066 pessoas foram infectadas pela Covid-19. Destas, 2.084 foram curadas, 213 morreram e, até o momento, há 769 casos ativos. 
 
Segundo a Prefeitura mogiana, a Vigilância Sanitária não aplicou nenhuma multa. Porém, agentes estão verificando o uso de máscaras em vistorias de rotina e em atenção à denúncias.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias