Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 11 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 10/12/2019
CENTRO ONCOLÓGICO
Região

ONG proporciona qualificação profissional para ex-detentos

Entidade atua, com amparo social e moral, dentro das estruturas do Instituto Gerando Falcões e possui sede em Poá

Por Isabelle Santini - da Região22 NOV 2019 - 22h12
Fundador da ONG, Leonardo Precioso, durante o programa DS EntrevistaFoto: Munique Kazihara/Divulgação
A Organização Não Governamental (ONG) Recomeçar atende cerca de 700 ex-detentos, entre homens e mulheres, com o objetivo de requalificá-los e inseri-los no mercado de trabalho. Atualmente, são mais de 100 pessoas trabalhando e 18 empresas empregadoras. A entidade atua dentro das estruturas do Instituto Gerando Falcões e possui sede em Poá.
 
O fundador da ONG, Leonardo Precioso, durante o programa DS Entrevista, falou sobre a instituição e contou sobre a história de vida. "É algo centrado para as pessoas que passaram algum momento da vida na prisão e voltam à sociedade sem amparo algum, sem direcionamento. Foi criado justamente para que esse amparo seja dado a este público. Reconhecer, requalificar e desenvolver habilidades com os egressos e recolocá-los no mercado de trabalho, é o nosso objetivo". 
 
Leonardo cumpriu pena de sete anos e 13 dias no sistema carcerário e respondeu pelo crime de sequestro. Ele é ex-jogador de futebol e passou por clubes como Corinthians, Palmeiras e Juventus. "Quando parei de jogar futebol, entrei novamente na vulnerabilidade da periferia. Fiz as piores escolhas e me envolvi no mundo da criminalidade. Me rendi pelas dificuldades". 
 
O fundador da ONG afirmou que parou de jogar futebol por conta de acontecimentos que impactaram o seu emocional. "A saída do futebol foi uma decepção para mim". 
 
Eduardo Lyra, fundador do instituto Gerando Falcões, fez a proposta para Leonardo iniciar um projeto de requalificação e reinserção do ex-detento na sociedade. "Trocamos cartas por quatro anos enquanto eu estava preso. Temos um laço, somos unidos pelo esporte. Ele também é ex-jogador de futebol", disse Leonardo.
 
Contato
 
O contato com a ONG pode ser feito por meio dos telefones 94704-4773 ou 3426-9800. Nas redes sociais, basta pesquisar por 'recomecargf'. Interessados em saber mais sobre o projeto podem entrar em contato por meio do o e-mail 'leonardo.precioso@gerandofalcoes.com'.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias