Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 30 de novembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/11/2020
PMMC NOVEMBRO AZUL
ESTELAR IMÓVEIS
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Sec de Governo - Educação Kit de Atividades - Novembro
PMMC MULTI 2020 NOV

Pagamento de impostos em atraso pelo Refis terá isenção de multa e juros

23 OUT 2015 - 07h01

 O programa de Recuperação e Refinanciamento da Dívida Ativa (Refis) de Poá permite aos contribuintes que estão em débito de qualquer natureza com o município referente a 2014 e anos anteriores, quitar as dívidas à vista sem multas e juros. O período para quitação é até o dia 22 de dezembro.

De acordo com a responsável pelo Departamento de Dívida Ativa da Prefeitura, Claudia Mazieiro, o objetivo da Administração Municipal é recuperar o valor de R$ 7 milhões de crédito tributário e não tributário inscrito na Dívida Ativa, cujo total até o mês de setembro girava em torno de R$ 49 milhões.

Além da quitação à vista, com a isenção de 100% dos juros, os contribuintes poderão efetuar o pagamento por meio de três parcelas. Neste caso, a porcentagem oferecida é de 60%, porém o valor das parcelas não pode ser inferior a R$100 e o vencimento da primeira será já para o próximo dia 30 de outubro. Em duas parcelas também é possível realizar o pagamento, porém o primeiro vencimento será para dia 30 de novembro e outro para 22 de dezembro.

Conforme informou a responsável pelo setor, nos próximos dias, os contribuintes que estão com débitos na Dívida Ativa receberão carta informando sobre o Refis e posteriormente também boletos bancários no caso de pagamento a vista com vencimento para 22 de dezembro de 2015.

Para o pagamento em três ou duas parcelas, a pessoa interessada deverá comparecer ao Departamento de Dívida Ativa, localizada no Paço Municipal, sito a avenida Brasil, 198, em horário normal de expediente, das 9 às 16 horas.

Para o prefeito Marcos Borges (PPS), esta é a grande oportunidade para que os contribuintes poaenses consigam pagar as suas dívidas, sem precisar onerar ainda mais a sua vida econômica e a cidade em contrapartida se desenvolve ainda mais, pois os tributos municipais são fontes de recursos próprios e o dinheiro arrecadado é utilizado para a realização de melhorias para o próprio poaense.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias