Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quinta 23 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/11/2017
mrv
Em Mogi

Palestras abordam a importância da revisão do Plano Diretor

Estatuto das Cidades determina, que a lei que institui o Plano Diretor seja revista pelo menos a cada dez anos

Por De Mogi14 NOV 2017 - 07h01
Plano Diretor revisão começou a ser debatida ontem no Theatro VasquesFoto: Ney Sarmento/PMMC
A revisão do Plano Diretor de Mogi das Cruzes teve início na segunda-feira (13), no Theatro Vasques, com um evento no qual foram apresentados detalhes do processo e ministradas palestras que abordaram a importância do trabalho. O Estatuto das Cidades determina, em seu artigo 40, que a lei que institui o Plano Diretor seja revista pelo menos a cada dez anos, com o objetivo de guiar o desenvolvimento do município. O prefeito Marcus Melo (PSDB) participou do evento e destacou a sua abrangência.
 
“Temos uma cidade dinâmica e que cresce a cada dia. Estamos trabalhando para construir uma Mogi das Cruzes cada vez mais organizada, com crescimento sustentável e respeito ao meio ambiente. E a revisão do Plano Diretor vai nos proporcionar a chance de discutir o que queremos para o futuro. A participação da população é fundamental neste processo e ela será estimulada a dar opiniões, pois teremos uma série de audiências com este objetivo”, disse o prefeito, que esteve no evento ao lado da presidente do Fundo Social, Karin Melo, e do presidente da Câmara, Carlos Evaristo.
 
O secretário de Planejamento e Urbanismo, Claudio de Faria Rodrigues, falou sobre a ncessidade de se preparar para o fututo. “Todos nós temos uma agenda corrida e, muitas vezes, já estamos pensando no próximo compromisso. Vivemos em um mundo dinâmico, é verdade, mas neste contexto temos que nos preparar também para o futuro, definindo normas e regras que nos ajudem a viver em uma cidade organizada”, frisou.
 
Rodrigues lembra que o processo de revisão do Plano Diretor será um trabalho de longo prazo, que se estenderá ao longo do ano de 2018 e que contará com o apoio de ações já realizadas na cidade, como o Participa + Mogi – um conjunto de reuniões realizadas nos bairros em que a população é ouvida sobre demandas e propostas para melhorar o município. A programação de audiências públicas será divulgada em breve e incluirá reuniões temáticas, territoriais (por bairros) e ainda em encontros com grupos específicos.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias